Ailton Benedito vai chefiar Secretaria de Direitos Humanos da PGR

Convite foi feito pelo novo PGR, Augusto Aras. Procurador de Goiás diz que vai ter como balizas fundamentais os direitos à vida, à liberdade, à igualdade, à propriedade, à segurança

O chefe do Ministério Público Federal de Goiás (MPF), Ailton Benedito, anunciou, nesta sexta-feira, 27, que o novo procurador-geral da República Augusto Aras o convidou para chefiar a Secretaria de Direitos Humanos da PGR e ele aceitou.

Segundo ele, suas balizas fundamentais serão os direitos à vida, à liberdade, à igualdade, à propriedade, à segurança. O anúncio foi feito em seu perfil no Twitter, onde é famoso por seus comentários polêmicos e alinhados à direita.

Aras foi indicado por Jair Bolsonaro (PSL) ao cargo e teve seu nome aprovado no Senado nesta semana. Benedito havia sido cotado para ser procurador-geral, mas ocupará o cargo anunciado na PGR.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.