“Agora é obra a cada dia”, diz Iris durante lançamento da construção do viaduto da Enel

Vereador criticou obras concomitantes e disse que o trânsito na capital ficou caótico

Foto: Reprodução

Durante lançamento das obras do viaduto da BR 153, também conhecido como viaduto da Enel, nesta segunda-feira, 16, o prefeito Iris Rezende (MDB) afirmou que a iniciativa irá proporcionar com que a população da do Novo Mundo e bairros adjacentes, “tenham acesso mais rápido ao Centro, trazendo mais valorização à região e qualidade de vida aos habitantes”. A obra em estrutura metálica terá investimentos de R$ 7,6 milhões e promete aliviar o trânsito na Avenida Anhanguera e região da Avenida Jamel Cecílio.

De acordo com a Prefeitura de Goiânia, o trânsito na região do Setor Leste universitário e do Jardim Novo Mundo não precisará ser interditado durante os trabalhos, somente uma parte das vias da BR 153 será bloqueada durante a montagem das estruturas. A expectativa é que as obras sejam concluídas até fevereiro de 2020.

O viaduto ligará a Rua 117, no Setor Leste Universitário, à Avenida Rio Preto, no Jardim Novo Mundo, passando sobre a BR 153, no km 498.

Nunca assumi o Executivo para ficar usufruindo de poder

No evento, Iris comentou a grande quantidade de obras em andamento na cidade. “Nunca assumi o Executivo para ficar usufruindo poder. Ficamos dois anos recuperando a situação financeira da prefeitura, todos sabem que assumimos com um déficit mensal de R$ 31 milhões e uma dívida superior a R$1 bilhão”.  

“Colocamos a máquina em ordem e agora é obra a cada dia, a cada hora, assim vamos atendendo aos clamores da população. Reformando e construindo praças, pavimentando 31 bairros que surgiram depois que eu deixei a prefeitura. Vamos deixar Goiânia como eu disse na campanha: uma cidade gostosa e bonita”, disse o prefeito.

Impacto no trânsito

Rua 1018 | Foto: Reprodução

Para o vereador Lucas Kitão (PSL), as obras concomitantes estão deixando o trânsito tumultuado na capital. “Trânsito em Goiânia amanheceu caótico e aqui estamos na torcida para que as obras da Prefeitura de Goiânia não atrasem, como aconteceu com o BRT. Faço também um breve reflexão sobre gastar quase 1 bi em viadutos. Será mesmo a melhor opção para solucionar o problema do trânsito?”, pontuou o parlamentar.

A prefeitura esclareceu ao vereador que os custos com os dois viadutos (Jamel Cecilio/Marginal e St. Universitário/Jd. Novo Mundo) terão custos de pouco mais de R$ 30 milhões. “Os investimentos totais (Leste/Oeste, ponte, BRT, asfalto, Cmeis) é que somarão mais de R$ 1 bilhão”, argumentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.