Agetul diz que não rescindiu contrato e engenheiro continua trabalhando no Mutirama

Em nota, agência desmentiu delegado que afirmou que parque funcionava de forma clandestina

Após o titular do 1º Distrito Policial de Goiânia, o delegado Izaías Pinheiro, afirmar que o Parque Mutirama funcionava sem engenheiro técnico responsável, a Prefeitura de Goiânia enviou nota em que garante que “sempre houve um profissional de engenharia responsável pela manutenção dos equipamentos eletromecânicos do Mutirama, com atuação diária dentro das dependências do parque”.

Segundo explica a Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), o contrato com o profissional foi rescindido em 31 de dezembro de 2016, tendo sido firmado um novo contrato de trabalho, em caráter temporário, com o mesmo profissional que lá atua por mais de 15 anos.

“Em face da exigência de se mudar o caráter da contratação em vigor, o atual contrato não foi formalmente registrado junto ao Crea”, pontua a prefeitura no comunicado. (Confira abaixo na íntegra)

Em entrevista ao Jornal Opção nesta quinta-feira (27), o delegado Izaías Pinheiro chegou a afirmar que o parque funcionava de forma clandestina e que por isso poderia indiciar seu gestor por lesão corporal depois do grave acidente em uma das atrações do espaço, que deixou 11 feridos, dois em estado grave.

A Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul) informa que sempre houve um profissional de engenharia responsável pela manutenção dos equipamentos eletromecânicos do Mutirama, com atuação diária dentro das dependências do parque. Ocorre que, findo o último exercício fiscal em 31 de dezembro de 2016, rescindiu-se automaticamente o contrato daquela gestão, tendo sido firmado um novo contrato de trabalho, em caráter temporário, com o mesmo profissional que lá atua por mais de 15 anos, o qual dará lugar a um contrato definitivo por ocasião da contratação de um profissional por processo seletivo simplificado, como determinado pela administração pública.

Em face da exigência de se mudar o caráter da contratação em vigor, o atual contrato não foi formalmente registrado junto ao Crea-Go, fato que foi devidamente comunicado ao órgão através do ofício 0247/2017, datado de 28 de março de 2017. Como reconhecido pelo próprio Crea, o processo seletivo simplificado está em curso e deve ser concluído nos próximos dias.

Agetul

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.