Agentes apreendem drone com celulares e acessórios eletrônicos em complexo prisional

Pacote com ilícitos seria arremessado para dentro de unidade através de aparelho pilotado remotamente

Um drone com ilícitos foi apreendido na madrugada desta quinta-feira por policiais da Casa de Prisão Provisória (CPP). Os agentes interceptaram um pacote que continha três celulares, dois cabos USB, um fone de ouvido, peças para consertos de eletrônicos e 10 chips de operadoras. O drone foi avistado próximo a um dos blocos do presídio, localizado no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, segundo a 1ª Coordenação Regional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP). 

A apuração dos fatos já foi instaurada pela direção da unidade por meio de um procedimento administrativo interno. O objetivo é descobrir para quem seria encaminhado os ilícitos. A intercepção do drone foi feita e, logo após, os materiais também foram apreendidos. Agora, os ilícitos e o aparelho seguem para o setor de Inteligência e Observatório da DGAP para averiguação. 

Em nota, o coordenador regional da DGAP, Roberto Lourenço, informou que as diretrizes do estado possibilitaram uma ação rápida dos agentes. “A ágil ação dos servidores vai ao encontro do conjunto de diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado, em consonância com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e DGAP, no que tange a segurança nas unidades prisionais goianas”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.