Cobrança de pedágio em rodovias federais em Goiás começa na próxima semana

O valor será cobrado a partir do próximo dia 27. Entre as cidades estão Itumbiara, Alexânia e Goianápolis

Pedágio em rodovia de São Paulo | Foto: Marcos Santos/ Usp Images

Pedágio em rodovia de São Paulo | Foto: Marcos Santos/ Usp Images

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou o reajuste da Tarifa Básica de Pedágio (TBT) do contrato de concessão da rodovia BR-060, 153, 262, em Goiás, Distrito Federal e Minas Gerais, a ser cobrado pela Concessionária das Rodovias Centrais do Brasil S.A. (Concebra). Informação foi divulgada no Diário Oficial da União (DOU), nesta quarta-feira (17/6).

A resolução também altera a Tarifa Básica de Pedágio quilométrica em 39,40%, de R$ 0,02917 para R$ 0,04067. A partir do próximo dia 27, a ANTT liberou cobrança nas praças de pedágio em Goiás nas cidades de Alexânia, Goianápolis, Piracanjuba/Professor Jamil, Itumbiara. Em Minas Gerais, serão nas cidades de Prata, Fronteira/Frutal, Florestal/Pará de Minas, Luz, Campos Altos, Perdizes e Campo Florido/Conceição de Alagoas/Veríssimo.

Em Alexânia, na BR-060, será cobrado R$ 4,30 de automóveis e caminhonetes. Em Goianápolis, na BR-153, o valor é R$ 3,20. Em Piracanjuba/Professor Jamil, na BR-153, será cobrado R$ 4,60. Em Itumbiara, o valor é R$ 5,60. Veja mais valores na tabela completa abaixo:

tabela de preços - pedagio

Clique na imagem para ampliá-la

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.