Agência de Fomento de Goiás anuncia R$ 107 milhões disponíveis para empréstimos em 2021

Número é 33% maior do que volume do ano passado e há previsão de que valor possa chegar a R$ 135 milhões

GoiásFomento | Foto: Divulgação

O Governo de Goiás anunciou que, por meio da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), começa o ano com R$ 107 milhões disponíveis em diversas linhas de financiamento. Este total é 33% maior do que os R$ 80 milhões liberados em 2020. O número pode chegar a R$ 135 milhões.

“O Estado tem que facilitar as coisas para o empresário”, afirma o governador Ronaldo Caiado. Segundo ele, a oferta de crédito é fundamental para proteger os empreendedores, movimentar a economia, e gerar emprego e renda.

Segundo o presidente da agência de fomento, Rivael Aguiar, a previsão para esse ano é que ocorra um aumento dos valores utilizados em investimentos. Em 2020, os valores foram empregados como capital de giro. “As empresas precisavam de socorro. Os recursos foram utilizados para sobrevivência, pagar despesas fixas e com pessoal. O objetivo era manter o funcionamento mínimo para não fechar”, analisa Aguiar.

Do total previsto para liberação em 2021, a linha de crédito com mais recursos é a do turismo, cerca de R$ 45 milhões. “Foi uma das áreas mais afetadas pela pandemia”, justifica o titular da GoiásFomento. Em seguida vem o microcrédito, com R$ 40 milhões, destinados a qualquer empreendedor, que poderá solicitar até R$ 21 mil. Para inovação tecnológica, o volume será de R$ 16 milhões.

Segundo Aguiar, existem alguns requisitos para aderir ao financiamento, como possuir o nome da empresa sem restrição no sistema de crédito (SPC, Serasa e Banco Central) e não ter dívidas vencidas com instituições financeiras.

A apresentação de capacidade de pagamento da dívida também é uma requisição. No caso de implantação de empresa, é necessário demonstrar que o empreendimento é viável e sustentável.

Auxílio

Desde o início da pandemia, o Governo de Goiás adotou medidas para facilitar a contratação de crédito. o Estado passou a oferecer fundo de aval em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e firmou convênio com a Sociedade Garantidora de Crédito (SGC). As duas ações possibilitaram que empresas que antes não conseguiam pegar empréstimos passassem a ter acesso ao financiamento.

Para 2021, A GoiásFomento prevê a implantação de um novo sistema, totalmente digital, sem a necessidade de uso do papel. “Temos a expectativa de que, para algumas linhas de crédito, a análise ocorra em até três dias. Hoje, a média está em torno de 20 dias”, compara o presidente da agência.

É também meta da GoiásFomento investir em divulgação, para que os empreendedores tenham conhecimento das ferramentas que podem ser utilizadas. A instituição também vai ofertar máquinas de cartão de crédito neste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.