Aeroporto Santa Genoveva de Goiânia tem maior ágio e é adquirido por subsidiária da CCR

Grupo CCR adquire Blocos Sul e Central; Vinci Airports vence disputa pelo Bloco Norte

Aeroporto Santa Genoveva de Goiânia. | Foto: Reprodução

Em leilão aeroportuário ocorrido na manhã desta quarta-feira, 7, a Companhia de Participações em Concessões (CPC), do Grupo CCR, venceu a disputa pelo Bloco Central, que inclui o Aeroporto Santa Genoveva em Goiânia, o de Palmas, no Tocantins, São Luís e, Imperatriz, no Maranhão, Teresina, no Piauí, e Petrolina, em Pernambuco.

O arremate por parte da CPC foi feito pelo valor de R$ 754 milhões, ante valor mínimo de outorga de 8,1 milhões de reais, e o ágio foi de 9.156,01%.

A partir do lance mínimo de R$ 8,1 milhões, ao Bloco Central foram realizadas propostas de R$ 9,7 milhões, pela ACI do Brasil, com ágio de 20,1%, de R$ 40,3 milhões, pelo Consórcio Central Airports, com ágio de 395%, e de R$ 754 milhões, pela Companhia de Participações em Concessões, com ágio de 9.156%.

A CCR arrematou os lotes Sul e Central, enquanto a Vinci Airports venceu a disputa pelo Bloco Norte. No arremate do Bloco Sul, a oferta de outorga da CCR foi de 2,128 bilhões de reais, ante valor mínimo de 130,2 milhões de reais.

Os leilões dos aeroportos integram a programação da “Infra Week”, onde governo pretende negociar, até sexta-feira (9), um total de 28 ativos, que incluem ainda projetos no setor portuário e ferroviário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.