Aeronave apreendida durante operação é cedida ao Governo de Goiás

Jato anteriormente era utilizado por quadrilha internacional de drogas com rota em Goiás

Um jato apreendido pela Polícia Civil foi cedido ao Estado de Goiás por decisão judicial. A aeronave era utilizada por quadrilha internacional de drogas, que tinha rota em Goiás, e foi desarticulada pela Operação Icarus da PCGO.

O jato, modelo Cessna Citation, já está no Hangar do Estado e à disposição para uso a favor da população. “Esta aeronave dará agilidade ao nosso serviço aéreo, no transporte de órgãos de pacientes graves e de enfermos por Goiás e pelo Brasil. Nosso muito obrigado e nosso reconhecimento”, afirmou o governador Ronaldo Caiado.

Caiado esteve na manhã desta quarta-feira, 26, no Hangar José Ludovico de Almeida, sede do Serviço Aéreo do Estado de Goiás (Saeg), para entregar ao juiz federal João Azambuja uma réplica da aeronave como forma de agradecimento. O juiz, que pertence à 11ª Vara da Seção Judiciária de Goiás, deu sentença favorável ao uso do avião pelo Governo de Goiás. “A Justiça Federal está à disposição do governo e da população. Não fiz nada mais que meu trabalho”, disse o magistrado.

A aeronave é uma das três que foram apreendidas pela Polícia Civil durante a maior operação já realizada na história da corporação, em agosto de 2019. Nomeada de Operação Icarus, a ação desarticulou uma quadrilha internacional de tráfico de drogas, que utilizava Goiás como parte do trajeto, chamado de “rota caipira”. As substâncias entorpecentes eram trazidas da Bolívia, Colômbia e Peru, e levadas para países europeus, como a Bélgica.

As investigações levaram à apreensão de 11 carros de luxo, um jetski, dois jatos executivos (modelos Dassault Falcon e Cessna Citation) e um helicóptero (Eurocopter EC 130). Também foram encontrados três telefones de comunicação via satélite, quatro máquinas de contar dinheiro, 13 relógios de luxo das marcas Rolex e Hublot e R$ 571 mil. Dentro do montante em espécie havia notas de dólar e, em relação aos veículos apreendidos, cinco foram encontrados em Goiás, cinco em São Paulo e um no Pará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.