Aécio Neves devolve ao Senado salários recebidos durante campanha eleitoral

O tucano Aécio Neves, derrotado pela presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições deste ano, devolveu ao Senado Federal os salários que recebeu durante o período que dedicou a sua campanha eleitoral, em agosto, setembro e outubro deste ano. Os valores foram repassados para o Tesouro Nacional.

O valor total devolvido foi de R$ 80,1 mil, quando o congressista recebe R$ 26,7 mil mensalmente. Aécio já havia se comprometido a devolver os salários quando escolheu permanecer no cargo como senador enquanto concorria à Presidência da República.

Todos os senadores recebem diversos benefícios, como R$ 15 mil para manter o gabinete. O gabinete de Aécio Neves continuou funcionando durante a campanha. Os políticos também podem usar o celular de forma ilimitada, além de carro oficial com motorista, combustível e um imóvel. O tucano ocupa um apartamento do Senado em Brasília.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.