Advogado do PMDB confirma desaparecimento de documentos de Aparecida de Goiânia

Reduto eleitoral e principal base política do deputado federal Daniel Vilela terá que reenviar lista de delegados da cidade, informa Marconi Pimenteira

Marconi Pimenteira | Marcello Dantas

Marconi Pimenteira | Marcello Dantas

Advogado do PMDB de Goiás, Marconi Pimenteira confirmou ao Jornal Opção na tarde desta quinta-feira (28/1) que os documentos referentes ao diretório e delegados de Aparecida de Goiânia desapareceram da sede do partido após a confusão da última quarta (27).

Reduto eleitoral do deputado federal e presidenciável Daniel Vilela, a cidade é considerada chave para a eleição, afinal, possui o segundo maior número de votantes ao pleito: 16 ao todo.

De acordo com Pimenteira, não é possível definir se os documentos foram subtraídos ou extraviados durante a briga envolvendo o deputado estadual Paulo Cezar Martins e o presidente nacional da Juventude do PMDB, Pablo Rezende. O caso, noticiado em primeira mão pelo Jornal Opção, acabou em tiro dentro da sede do partido.

“O que houve foi um desentendimento, que acontece em todos os partidos políticos. Não há que se falar em fraude, que um grupo estava furtando os documentos. Claro que depois do ocorrido, estamos fazendo levantamento da documentação para ver o que realmente sobrou”, esclareceu.

Há a suspeita de que, além de Aparecida de Goiânia, a documentação de Jataí — outro reduto de Daniel Vilela — também teria sido perdida. O diretório ainda não tem um número oficial da quantidade de cidades que tiveram documentos extraviados.

“Foi um fato constrangedor, mas não vai atrapalhar a convenção. Acredito que os diretórios mandarão nova documentação, pois a política partidária é justamente fomentar a democracia. No meu entendimento, é nesse sentido. Se há possibilidade de se recuperar esses documentos e dar possibilidade do filiado do interior escolher a chapa de sua preferência não há sentido em negar”, argumentou.

De fato, o presidente da Comissão Provisória, deputado federal Pedro Chaves, confirmou que receberá a documentação dos diretórios que ficaram prejudicados na confusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.