Advocacia dativa recebe, neste mês, R$ 1,1 milhão

Presidente da OAB afirma que retomada de pagamentos faz com que classe volte a confiar no Estado

Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

O governador Ronaldo Caiado (DEM) se reuniu, nesta sexta-feira, 22, com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio. O encontro tratou sobre o pagamento realizado este mês à advocacia dativa, aproximadamente R$ 1,1 milhão.

Segundo Lúcio Flávio, a retomada destes pagamentos, que começou no mês passado com valor semelhante, garante que a classe volte a confiar que o Estado irá honrar seus compromissos a advocacia dativa. “Isso gera segurança para classe, que recebe seus justos honorários em prol da população carente”, disse ao governador.

Para o presidente da ordem, com essa postura do governo há uma maior quantidade de advogados dispostos a prestar esse serviço de assistência jurídica. “À mães que tem filhos menores abandonados; à população carcerária pobre que não tem acesso a defesa de qualidade”, exemplificou.

Ele pontua que em médio prazo o compromisso com a manutenção dos pagamentos fará com a advocacia receba dentro do ano trabalhado – atualmente, existem advogados de 2013 que ainda não receberam. “Ganha a sociedade e a advocacia”, pontuou ele.

Cronologia

Lúcio explica que existe uma fila normal, com nomes em 2013, e preferencial (queles com mais de 60 anos ou com alguma doença), com pagamentos já em 2015. “Quase 500 advogados receberam seus honorários”, celebrou.

O governador Ronaldo Caiado, satisfeito com o andamento da situação, reforçou que assumiu um compromisso e que começou a pagar as dívidas de 2013. “Já conseguimos em dois meses avançar sete meses”, explicitou e deu sequência: “Daremos exemplo para o Brasil e vamos poder dizer: ‘Aqui o cidadão tem garantia de ter o seu direito preservado de defesa, com advogados altamente qualificados’. São dificuldades que estamos superando”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.