“Empresário quer administrar Goiânia, mas não fez empresa na cidade”

Pré-candidata do PT elevou o tom durante encontro de delegados e delegadas do partido e teceu críticas aos adversários

Adriana Accorsi elogiou a gestão de Paulo Garcia e afirmou que momento é de resgatar conquistas | Foto:; reprodução/Facebook

Adriana Accorsi elogiou a gestão de Paulo Garcia e afirmou que momento é de resgatar conquistas | Foto:; reprodução/Facebook

A pré-candidata à prefeitura de Goiânia do PT, deputada estadual Adriana Accorsi, afirmou neste domingo (31/7), durante o Encontro de Delegados e Delegadas do PT de Goiânia que o momento atual é de resgatar as conquistas dos trabalhadores e a importância da democracia.

A petista destacou que numa hora em que “o destino da cidade e das famílias está em jogo” há  “ideias malucas” que podem ser levadas em conta no momento de insegurança da sociedade. Em uma crítica ao pré-candidato do PR, delegado Waldir, afirmou que existe, entre os candidatos, quem pregue a morte e a prisão de crianças e adolescentes, além de defender que as pessoas andem armadas para se proteger.

Adriana ainda declarou que o administrador de uma cidade não deve se preocupar com o lucro, mas sim com servir a população. Fazendo menção a Vanderlan Cardoso, pré-candidato do PSB, a delegada disse que há um candidato que é empresário e prega o lucro, o que é negativo para a cidade.

“Não podemos ter um empresário que só pensa o lucro [na prefeitura]. Tanto visa só o lucro que ele não veio fazer empresa na cidade que quer administrar, nem na que ele foi prefeito [Senador Canedo], foi abrir empresa em outro estado para ter mais lucro”, defendeu.

De acordo com a pré-candidata, não se pode ter um empresário cuidando da cidade e das pessoas, porque o povo acaba “escravizado” por quem só pensa em lucros. “Temos que falar com a pessoa, seguir tudo que a administração atual está fazendo”.

PT

Durante o evento que aconteceu na Assembleia Legislativa, Adriana aproveitou para elogiar a administração de Paulo Garcia (PT). Segundo a delegada, as pessoas reconhecerão as ações da administração que ficarão na história da cidade, assim como ficaram as realizadas nas gestões de Darci Accorsi e Pedro Wilson.

Ainda sobre a gestão de Paulo Garcia, a pré-candidata destacou que o colega de partido irá deixar as contas da prefeitura pagas. “Diferente do que ele recebeu. Por esse legado, vamos poder por em prática nossos projetos”, defendeu.

Entre os projetos, Adriana Accorsi ressaltou o de políticas para mulheres. Segundo ela, um de seus planos é a capacitação para mulheres vítimas de violência. “Vai fazer diferença para a cidade”, garantiu.

Ela lembrou também que não tem medo de falar do projeto do PT mesmo em um momento em que o partido “é perseguido e atacado no Brasil todo”. De acordo com a petista, as eleições deste ano são a oportunidade para as conquistas dos trabalhadores serem resgatadas.

Uma resposta para ““Empresário quer administrar Goiânia, mas não fez empresa na cidade””

  1. Avatar Weuller Faria disse:

    Uai, antes um empresário que foi um excelente prefeito no Canedão, do que um delegado sociopata ou alguém, que assim como o atual, periga seguir pedindo benção pra construtoras e só trabalhando de acordo com a agenda delas, largando a periferia abandona. Mesmo assim, não vejo o Micos como opção; o cara é mais perdido politicamente que cego em briga de bordel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.