Deputada disse que partido não descarta parceria com PCdoB Nacional

Deputada Adriana Accorsi | Foto: Foto Y. Maeda / Alego

A deputada Adriana Accorsi (PT), em entrevista ao Jornal Opção, reforçou que, mesmo preso, a posição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas tem empolgado pré-candidatos petistas. “Isso tem uma influência muito grande no país, que anima os pré-candidatos proporcionais”, disse.

Adriana também afirmou que seu partido está pronto tanto para lançar uma chapa própria, se for o caso, quanto para coligar com outros partidos parceiros como o PCdoB, “aliado preferencial”.

“Mesmo tendo uma pré-candidata a presidência [Manuela d’Ávila] não descartamos a parceira do PCdoB”, garantiu a deputada.

Quanto à situação de Lula, Adriana assegurou que o petista ainda pode ser candidato e que sua candidatura será registrada. “Conheço o processo pelo qual Lula está passando. Ele está preso de uma forma injusta só para não concorrer as eleições, mas iremos até o fim para candidatá-lo”, completou.