Adib e Caiado assinam autorização para construção do Hospital Regional de Catalão

A obra está sendo edificada no terreno do antigo Crisa e tem previsão de ser entregue em 18 meses 

O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) e o prefeito de Catalão, Adib Elias (sem partido), assinaram nesta terça-feira, 19, a ordem de serviço para a construção do Hospital Regional de Catalão, que tem um custo de obra estimado em R$ 66 milhões para a construção de 12.610.000 m² de área construída, incluindo um espaço para pouso de helicóptero.  

Os recursos para a construção do hospital serão da Prefeitura de Catalão, no entanto o canteiro de obras contou com emendas parlamentares do deputado federal José Nelto (Progressistas), que também já estão empenhadas para aquisição de mobiliário e equipamentos.  A manutenção do hospital será de responsabilidade do Governo do Estado, inicialmente na ordem de R$ 15 milhões mensal. 

Quando estiver em funcionamento, o Hospital Regional irá atender procedimentos de alta complexidade. Serão 185 leitos, incluindo os de pediatria, UTI neonatal, UTI adulto, de terapia para queimados e de urgência e emergência. O projeto, inclusive, prevê a utilização do Hospital Regional como base de apoio aos estudantes do curso de Medicina da UFCat, dando qualificação às várias especialidades dos médicos recém-formados 

Tanto Caiado quanto Adib, que são médicos, fizeram questão de ressaltar a importância das obras para a saúde dos Catalanos. Segundo o prefeito é, inclusive, uma das inúmeras obras que ele teve a felicidade de entregar aos moradores de Catalão e cidades vizinhas. “Esta [obra] será a dos meus sonhos”, disse o prefeito de Catalão, Adib Elias. 

“O hospital irá funcionar aqui em Catalão vai desafogar a demanda pelos serviços de saúde em outras regiões do Estado e dar qualidade no atendimento feito por médicos especialistas”, comemorou o governado Ronaldo Caiado. 

Além do prefeito e do governador, também participaram do evento o secretário estadual de Saúde, Sandro Rodrigues, o secretário municipal de Saúde, Velomar Gonçalves Rios, e o ex-deputado federal e ex-ministro das Cidades Alexandre Baldy (Progressistas), que é pré-candidato ao Senado Federal e o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), que também é cotado como postulante ao Senado Federal. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.