Adeptos do yoga defendem prática e enumeram benefícios físicos e mentais

Profissionais e praticantes confirmam que vantagens vão para além do corpo físico

A praticante e professora de Kundalini Yoga, Isabela Dias | Foto: Divulgação

Quando se pensa em yoga a primeira coisa que vem à mente são pessoas se alongando ou na famosa posição de Buda (sentado com as pernas entrelaçadas e cotovelos sobre os joelhos). Mas quem adere à prática sabe e confirma que o yoga traz muitos outros benefícios, além de apenas um corpo elástico.

É o que garante Ricardo Oliveira, formado em educação física e professor de yoga desde 2001. Ele afirma que, se levada a sério, a prática se torna uma filosofia de vida e que ajuda bastante no dia a dia. Os benefícios são inúmeros, conta ele: “além da melhora no condicionamento físico e na capacidade de respiração – pois o yoga é uma união entre o interior e exterior -, também é possível reduzir o estresse, a ansiedade, aliviar dores corporais, controlar a pressão e os batimentos cardíacos, melhorar o sono, a memória e concentração”.

O profissional atesta, ainda, que se bem conduzido por professores adequados, o yoga pode ser indicado para todas as idades e para qualquer pessoa. Importante, no entanto, lembra ele, que também são diversas as variedades do yoga, e alguns podem oferecer benefícios diferentes para cada pessoa. Ele citou alguns dos tipos “Anabhara, Asthanga, Bhakti, Dhyana, Guru, Hatha, Mantra, Sâmkhya, Raja, Sahej, Shakti, Tantra, Traati, Yantra, Kundalini e outros”.

O Kundalini, conhecido como a primeira forma de yoga praticada, por exemplo, tem o objetivo de despertar energias e foi o tipo escolhido pela jornalista Isabela Dias, que inclui os exercícios na sua rotina há quatro anos. Ela compartilhou com o Jornal Opção como foi sua história ao adotar o estilo de vida.

“Para mim foi cura, foi onde encontrei um estado de relaxamento que até então não tinha experimentado. O yoga contribui me auxiliando com os desafios diários, aquietando muitas vezes a mente que é altamente estimulada e prevenindo o adoecimento psíquico”, diz Isabela que é credenciada pela Research Institute (KRI) e pretende trabalhar somente com o Kundalini Yoga.

Assim como aprendeu, Isabela hoje também dá aulas e instrui pessoas. Entre outros ensinamentos, ela destaca que o yoga é composto por Asanas (exercícios), Pranayamas (técnicas respiratórias) e Meditação. “Os Asanas nos devolvem a consciência corporal, que é onde todo o processo de autoconhecimento começa. Os Pranayamas nos reconectam com a nossa respiração, isso é muito importante. A partir desses conhecimentos, podemos atingir estados alterados de consciência e mudar padrões psicológicos, assim como a meditação, que é um resultado das Asanas e Pranayamas, o objetivo final de toda prática tradicional de yoga”, esclarece a jornalista, que convida para o primeiro Curso de Formação de Kundalini Yoga em Goiânia em julho próximo. A oficina será ministrada no espaço O Arcano e terá certificação internacional. Informações pelo e-mail [email protected]

Outra adepta do estilo de vida, a contadora Sarah Moreira não apenas incluiu o yoga na sua vida como na de seu filho, o pequeno David de dois anos. Ela conta que praticava e sentia os benefícios desde antes do nascimento de David e, por isso, não poderia deixar isso de fora da vida do bebê.

“Toda mãe deve fazer ginástica com o bebê, isso é sempre aconselhável, claro, dentro das limitações e com acompanhamento profissional. Para o David, escolhi o yoga, que ajudou, pois ele tem sido uma criança calma, que dorme bem e, a longo prazo, sei que outros benefícios virão”, acredita ela, que faz os exercícios com o filho e acompanhada por uma especialista da área.

O professor de yoga Ricardo reforça e sugere a quem busca pelo yoga como uma alternativa de melhorar o estilo de vida – sejam mães com filhos, idosos, gestantes ou jovens -, que faça aulas experimentais. “Devido às variedades pode haver adaptações diferentes, mas com certeza haverá uma prática ideal do yoga pra qualquer pessoa”, garante.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.