Adaptação ao ‘novo mercado’ pode garantir sobrevivência de empresas

Mudança de comportamento dos consumidores merece atenção dos empresários, que devem ajustar as práticas da gestão

Advogado empresarial Hanna Mtanios Júnior | Foto: Reprodução

A sobrevivência de empresas à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus parece ser mais difícil do que se imaginava no início do surto da doença no Brasil. Uma das saídas para evitar a falência, segundo o advogado empresarial Hanna Mtanios Júnior, é se adaptar ao novo comportamento dos consumidores.

“Nunca se exigiu tanto dos gestores. Além de passar pela pandemia e crise econômica, eles ainda precisam estar atentos às mudanças comportamentais da sociedade e buscar se adaptarem a essa nova realidade. Esse é um dos grandes desafios e poderá ser decisivo no destino dos negócios”, destaca o advogado.

Além disso, os empresários devem ajustar as práticas da gestão. Para isso, pode ser necessário buscar auxílio de profissionais do Direito, da Administração e de Contabilidade, especializados em momentos de crise, para que as contas sejam acertadas.

“A união desses três pilares, da área jurídica, de gestão e de finanças, somado à experiência do empresário, será primordial para o soerguimento da empresa e a manutenção dos empregos, renda e tudo mais que gira dependente de um agente econômico”, reforça Hanna Mtanios Júnior. 

Aos empresários que não conseguiram ou ainda estão com dificuldade para se manterem ativos, existe a última opção, que é a recuperação judicial. “Sem um ajuste das dívidas com seus credores entra a Lei de Recuperação Judicial e Extrajudicial”, conclui o advogado empresarial. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.