Acusado de estuprar mais de 10 crianças morre no presídio

Homem ficou preso por 17 dias antes de morrer; Polícia investiga suspeita de homicídio

Um homem acusado de estuprar mais de 10 crianças morreu no Centro de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana. De acordo com a Polícia Civil, o vendedor ambulante José Ferreira Lima Filho, de 55 anos, preso em 10 de janeiro, pode ter sido vítima de homicídio dentro da prisão.

O episódio aconteceu no último dia 27 de janeiro, 17 dias após a prisão do vendedor, mas só teve detalhes divulgados pela polícia nesta sexta-feira, 11. A princípio, servidores do CPP receberam um chamado dizendo que o homem estaria passando mal e realizaram atendimentos de socorro no local. O resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas os profissionais constataram o óbito do preso no local.

A Polícia Civil informou que abriu procedimentos administrativos internos para apurar o fato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.