Acidentes de trânsito e violência são as principais causas que levam vítimas ao Hugo

Unidade de saúde divulgou balanço de atendimento durante o Natal

Foto: Cleber Montier/ Rádio Estação FM 89.5

Foto: Cleber Montier/ Rádio Estação FM 89.5

O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) divulgou o balanço de atendimento durante o feriado de Natal. Entre os dias 24 e 28 de dezembro, foram realizados 686 procedimentos, o que significa uma média diária 137,2. Se comparado com a média diária de 152 procedimentos feitos no feriadão de 2013 –  período de 20 a 25 de dezembro –, registra-se uma queda de 9,7%.

Os acidentes de trânsito continuam liderando as causas de atendimento na unidade de saúde. Do total de 686 atendimentos, 154 tiveram relação com trânsito, o que representa 22% do total de procedimentos. Os acidentes de moto foram responsáveis por 49 procedimentos. Já os desastres de carro ocasionaram dois atendimentos. Os atropelamentos vitimaram 21 pessoas. Foram ainda atendidas oito vítimas de bicicleta e uma de ônibus.

A violência continua levando muitas vítimas ao Hugo. Neste ano, foram 66 contra 86 registradas em 2013. Foram atendidas na unidade 34 pessoas vítimas de arma de fogo, 15 de arma branca e 17 por espancamentos. Comparando com 2013, nota-se uma redução de 2% na quantidade de baleados e de 25% no total de esfaqueados.

Das 155 cirurgias realizadas no hospital, 67 foram motivadas por acidentes de trânsito (moto, 49; carro, dois; atropelamentos, cinco; e 11, outros). Acidentes com armas foram responsáveis por 22 procedimentos cirúrgicos, sendo sete por arma branca e 15 por arma de fogo. Os espancamentos fizeram cinco vítimas que foram operadas no Hugo. Os acidentes de trabalho levaram a doze cirurgias. Registrou-se um acréscimo de 3,3% na quantidade de cirurgias em 2014, se comparado com o total de 2013.

Mais da metade dos pacientes atendidos no  Hugo neste feriado de Natal são provenientes de Goiânia (393 pessoas). De Aparecida de Goiânia foram assistidas 88 pessoas. De 24 a 28 de dezembro de 2014, foram registrados 11 óbitos, contra 23 no mesmo período de 20 a 25 de dezembro ano passado. Ou seja, uma redução de 45% de um ano para outro.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.