Acidente com ônibus universitário mata 18 em SP

Veículo levava 46 passageiros e ia para o litoral norte paulista capotou na rodovia Mogi-Bertioga, em São Paulo

Um acidente com um ônibus que transportava estudantes da Universidade de Mogi das Cruzes para o litoral norte paulista matou 18 pessoas e feriu outras 18 na madrugada desta quinta-feira (9/6). O veículo transportava fretado transportava 46 estudantes secundaristas e universitários para a cidade de São Sebastião quando capotou na rodovia Mogi-Bertioga.

Segundo o Corpo de Bombeiros, no local do acidente morreram 15 pessoas, entre elas o motorista. Os feridos foram encaminhadas para quatro hospitais: Pronto-Socorro de Bertioga (8); Santa Casa de Mogi das Cruzes (4); Pronto Socorro de Boissucanga (4); Hospital de Santo Amaro, no Guarujá (3). O número oficial de feridos ainda está sendo apurado, mas as primeiras informações do Corpo de Bombeiros indicam um total de 18

A rodovia ficou interditada até as 7h desta quinta(9). Além dos bombeiros, ajudaram no socorro às vítimas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) , do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). As causas que levaram o motorista a perder o controle da direção serão ainda apuradas, mas há informações de que a visibilidade estava prejudicada por neblina.

A prefeitura de São Sebastião, no litoral norte, informou que será feito um velório coletivo no Ginásio Municipal de Boiçucanga. Também colocou à disposição um veículo, que sairá às 11h30 do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Boiçuicanga, para levar os parentes das vítimas que ainda não conseguiram ir ao Instituto Médico-Legal (IML) do Guarujá. O endereço do Cras é Rua Sargento Filisbino da Silva, número 200.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP), a Superintendência da Polícia Técnico-Científica enviou uma força-tarefa ao IML do Guarujá, para onde foram levadas as vítimas do acidente . Seguiram para o local, três médicos legistas, dois fotógrafos e três assistentes de necropsia de São Paulo. Outros reforços estariam sendo enviados pelo núcleo de Santos. Médicos legistas do Guarujá que estavam de folga voltarão ao trabalho. A intenção é agilizar o trabalho de identificação das vítimas para amenizar o sofrimento dos parentes. (Com Agência Brasil)

Colisão

Horas após o acidente com o ônibus, um caminhão colidiu com um guincho da DER e também com um caminhão do Corpo de Bombeiros. Estes veículos estavam no trecho para ajudar a bloquear a via. As causas deste acidente são desconhecidas. Ninguém ficou ferido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.