A partir de hoje, trabalhadores nascidos em junho podem sacar 2ª parcela do auxílio emergencial 2021

Dinheiro foi depositado no dia 22 de maio, mas até então só poderia ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem; terceira e quarta parcelas podem se sacadas a partir dos dias 27 de julho e 27 de agosto, respectivamente

Aplicativo Caixa Tem, por onde se movimenta o benefício emergencial antes da liberação do saque | Foto: Reprodução

Pessoas nascidas em junho podem sacar segunda parcela do auxílio emergencial 2021 a partir desta quarta-feira, 9. O dinheiro havia sido depositado pelo Governo Federal na conta digital da Caixa Econômica no dia 22 de maio, mas até então só podia ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, para o pagamento de contas domésticas, boletos e compras.

Além do saque, o valor também poderá ser transferido a uma conta corrente, sem custos adicionais ao trabalhador. Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CaÚnico) nascidos em junho poderão sacar a terceira parcela a partir de 27 de julho e a quarta, em 27 de agosto.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, informou, nesta terça-feira, 9, a prorrogação do benefício por pelo menos mais dois meses. Assim, se a previsão era para um encerramento em julho, a previsão é que seja estendido até setembro – prazo que pode ser ampliado, a depender do avanço da vacinação. Segundo Guedes, quem vai decidir o prazo é o presidente Jair Bolsonaro.

Paulo Guedes ainda explica que os recursos necessários à prorrogação serão viabilizados através da abertura de crédito extraordinário. O custo atual do programa é de cerca de R$ 9 bilhões.

O auxílio emergencial foi criado em abril de 2020 com o objetivo de atender pessoas afetadas pela pandemia da Covid-19. Enquanto no primeiro ano da pandemia o benefício foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil, para mães chefes de família, e em quatro de R$ 300 ou R$ 600, em 2021 as parcelas variam entre R$ 150 e R$ 375, a depender do perfil do cadastrado.

No geral, pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150, famílias recebem R$ 250 e famílias monoparentais chefiadas por mulheres têm acesso ao valor de R$ 375.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.