A esquerda pode garantir o segundo turno em Goiás?

Kátia Maria e Weslei Garcia dificilmente ultrapassarão Daniel Vilela e José Eliton, mas atacam Ronaldo Caiado de forma veemente e buscam desidratar o senador democrata

Kátia Maria e Weslei Garcia | Fotos: Reprodução

O debate entre os candidatos a governador de Goiás promovido pela TV Anhanguera na noite desta terça-feira (2/10) começou acalorado. Kátia Maria (PT) foi a primeira a perguntar e escolheu Ronaldo Caiado (DEM) logo de cara. A questão era sobre geração de empregos e, para a petista, o senador não apresentou a sua proposta.

Ronaldo Caiado se limitou a dizer que “vai direto na prática”. “Sou cirurgião e direto. Sei como restabelecer condições de igualdade regional”, ressaltou. O ataque mais forte de Kátia Maria veio logo em seguida. A petista afirmou, com veemência, que o governadoriável do DEM está na política há 30 anos defendendo os interesses da elite.

O outro candidato da esquerda presente nos debates, Weslei Garcia (PSOL), também foi direto nas críticas ao senador democrata. Segundo ele, Ronaldo Caiado não vai mudar nada, caso seja eleito governador. “O senhor é senador há tantos anos. Tem tantos anos de experiência e nunca fez nada pela saúde.”

Em outro momento do debate, Weslei Garcia voltou a criticar Ronaldo Caiado ao condenar o “coronelismo” e a ligação do senador aos ruralistas. “Ronaldo Caiado foi financiado por empresas ligadas ao trabalho escravo”, frisou.

Segundo turno

As pesquisas de intenção de voto mostram a possibilidade de a eleição em Goiás ser decidida já no primeiro turno. Mas a tática dos candidatos da esquerda pode desidratar Ronaldo Caiado, que está na liderança, e, assim, garantir o segundo turno.

Cabe lembrar que José Eliton (PSDB) e Daniel Vilela (MDB) também criticaram o candidato do DEM. Contudo, a principal diferença entre este e os demais debates é que os governadoriáveis perceberam que concentrar as críticas ao atual governo não os ajuda na corrida eleitoral. Afinal, o mais lógico é que sejam direcionadas ao líder das pesquisas.

Kátia Maria e Weslei Garcia dificilmente ultrapassarão o tucano e o emedebista, mas, frise-se, podem afastar eleitores de Ronaldo Caiado por meio de críticas mais intensas e contundentes.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.