“A criminalidade não vai comandar Goiás”, diz Tejota em passagem de comando da Rotam

Vice-governador afirmou que determinação do governador Ronaldo Caiado é de “saldar compromissos feitos à população”

Foto: Reprodução

O vice-governador Lincoln Tejota afirmou nesta segunda-feira, 7, que o governo de Goiás atuará incansavelmente no fortalecimento das forças policiais para reprimir a criminalidade e apresentar resultados positivos à população. Ele acompanhou o governador Ronaldo Caiado na solenidade de passagem de comando das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), na sede do grupo especializado.

Durante a posse do tenente-coronel Benito Franco à frente da instituição, o vice-governador ressaltou o rol “de excelentes profissionais presente nas forças de segurança de Goiás”, fato este que, segundo Lincoln, possibilita o aprimoramento das ações policiais no Estado.

O vice-governador reconheceu ainda que há uma demanda por segurança, e que a determinação do governador Ronaldo Caiado é de “saldar compromissos feitos à população, mas com respeito à legislação vigente e em consonância com a realidade fiscal do Estado”, disse. E a exemplo do governador Ronaldo Caiado, completou: “a criminalidade não vai comandar Goiás”.

Rotam

O Batalhão de Rotam possui hoje um efetivo de 300 policiais altamente qualificados para situações de alta complexidade. A tropa recebe treinamento especial de três meses, em que é testada em seus limites físicos, psicológicos e intelectuais. É a segunda malha protetora do Estado, atuando onde há maior dificuldade para manutenção da segurança.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.