A convite de Dória, Baldy será secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo

Goiano é ministro das Cidades no governo Temer e era especulado para mais de um Estado e, inclusive, para governo de Bolsonaro

Foto: Divulgação

O goiano Alexandre Baldy (PP), que hoje é ministro das Cidades no governo do presidente Michel Temer (MDB), foi confirmado para assumir a pasta de Transportes Metropolitanos no governo de João Dória (PSDB), à frente do Estado de São Paulo a partir de 2019.

Ministro de Temer desde o dia 22 de novembro de 2017, Baldy é formado em Direito pela PUC Goiás, industrial, produtor rural e empreendedor. Foi eleito deputado federal por Goiás em 2014, cargo que ocupou até ser convidado para o Ministério.

Baldy também era cobiçado por outros estados. Rumores apontavam que o governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, inclusive, havia convidado Baldy para Secretaria de Mobilidade. Havia, também, chances do goiano incorporar equipe do governo do Rio de Janeiro e, até mesmo, grupo de ministros do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Outros nomes

Dória também anunciou outros nomes para seu governo. A advogada e professora Patricia Iglecias, ex- secretária estadual do Meio Ambiente, assumirá a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). O engenheiro civil João Octaviano Machado Neto, até então secretário municipal de Mobilidade e Transportes na prefeitura de São Paulo, assumirá a Secretaria de Logística e Transporte do governo do estado.

O professor Benedito Braga, de 71 anos, vai assumir a Companhia de Saneamento Básico do estado (Sabesp). Doria já anunciou outros 12 secretários.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.