95% dos municípios já iniciaram a aplicação da dose de reforço contra a Covid-19 em idosos e profissionais da saúde

Apesar da adesão dos municípios para aplicar o reforço, 1 em cada 4 registrou falta de imunizantes no período analisado pela pesquisa da CNM

Quase todos os municípios brasileiros já começaram a aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19, segundo o levantamento semanal da Confederação Nacional de Municípios (CNM) realizado entre 18 e 21 de outubro. O balanço apontou que 95% das cidades, entre os 1.855 gestores ouvidos, já aplicam a terceira dose em pessoas com 60 anos ou mais e profissionais de saúde.

Apesar da adesão dos municípios para aplicar o reforço, 1 em cada 4 registrou falta de imunizantes no período analisado. A maioria das cidades teve falta de vacinas para aplicar a primeira dose dos adolescentes com a vacina da Pfizer, única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a faixa etária. Apenas 3,8% vacinam pessoas entre 18 e 24 anos.

Já para a aplicação da segunda dose, relatada por 43,8% dos respondentes que alegaram insuficiência de imunizantes, a vacina Astrazeneca foi a que mais faltou nos postos de saúde, sendo apontada por 91,3% dos gestores que responderam essa questão.

Passaporte da vacina e eventos
Pelo menos 249 prefeituras (13,4%) já editaram decreto para exigir o chamado passaporte da vacina para frequentar lugares coletivos públicos. Nesta semana, a CNM também perguntou se os eventos públicos e privados já estão liberados: 73,3% afirmaram que sim e 23,2% que ainda não.

Quase a totalidade dos municípios mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes coletivos privados (98,2%) e públicos (97,4%). Pelo menos 61% dos municípios devem manter a exigência mesmo com a vacinação de toda a população local.

Retorno às aulas presenciais
As aulas presenciais já retornaram em 87,5% dos municípios. Dentre os demais, 5,6% afirmaram que têm data definida e 4,7% que não haverá aulas presenciais neste ano. O formato híbrido está sendo adotado por 62,6% dos municípios. Já 36% afirmaram que as escolas municipais estão com aulas 100% presenciais em todas as etapas de ensino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.