83 mil profissionais da saúde já testaram positivo para Covid no Brasil; Em Goiânia são mais 800

A maioria das mortes são entre os trabalhadores da enfermagem. Na capital goiana seis profissionais morreram por conta da doença

Relatório do Ministério da Saúde aponta que 169 profissionais de saúde morreram com a Covid-19. O documento ainda revela que 83.118 testes feitos por pessoas desse grupo detectaram a doença. No total, os profissionais de saúde fizeram 432.668 testes durante a pandemia.

A maioria dos óbitos (42) é de profissionais da enfermagem, seguidos pelos médicos (18). A doença também levou à morte farmacêuticos e bioquímicos (6 no total), nutricionistas (6), cirurgiões dentistas (5), fisioterapeutas (2) e psicólogos ou psicanalistas (2 no total). Há outros 88 profissionais da saúde cuja categoria não foi informada.

Outro levantamento divulgado no fim de maio, feito pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), identificou 157 mortes pela Covid-19 de profissionais de enfermagem (enfermeiros, técnicos e auxiliares). O número é superior ao registrado em outros países com alta disseminação do novo coronavírus, como Estados Unidos (146 mortes) e Reino Unido (77 mortes).

Goiânia

Em Goiânia, segundo o boletim divulgado neste sábado, há o registro de 802 profissionais de saúde que testaram positivo para doença. Seis deles não resistiram e morreram.

Os profissionais de saúde representam 25% do total de contaminados com a Covid-19 em Goiânia. A capita registra neste sábado, 3.229 casos da doença e 88 mortes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.