307 cabeças de gado são apreendidas em Goiás

Operação Duplicidade cumpriu quatro mandados de prisão preventiva e três de busca e apreensão em fazendas e residências de cinco cidades goianas

Gados vendidos são produtos de crime em Goiás

A Polícia Civil deflagrou, na última semana, a Operação Duplicidade, que apreendeu cabeças de gado, produtos de crime, em propriedades rurais de Goiás. Até o momento, as apurações apreenderam 307 animais, avaliados em mais de R$ 1 milhão em Goiânia, Aruanã, Araguapaz, Itapirapuã e Faina.

As investigações revelaram que os animais apreendidos foram adquiridos por meio de um esquema criminal organizado pelo gerente da fazenda da vítima. De acordo com a polícia, mais de 300 cabeças de gado foram furtadas e vendidas para outros produtores rurais. O esquema envolvia a emissão de  Notas Fiscais e da Guia de Trânsito Animal (GTA).

Em Faina, por exemplo, foram apreendidos 66 animais avaliados em R$180 mil.

Mais informações sobre a operação serão concedidas, na manhã da próxima segunda-feira (29), pelo delegado Webert Leonardo.

Uma resposta para “307 cabeças de gado são apreendidas em Goiás”

  1. Avatar Dinair Pereira Machado disse:

    Lugar de ladrão e na cadeia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.