25 morrem em operação contra assaltos a banco em Minas Gerais

PM disse que talvez seja a maior operação contra o “novo cangaço” já realizada no País. Inteligência foi principal ferramenta

Armas apreendidas na operação em Varginha | Foto: Divulgação/ PM/MG

Uma operação conjunta realizada entre as Polícias Militar (PM) e Rodoviária Federal (PRF) terminou, na madrugada deste domingo, 31, com a morte de 25 suspeitos de estarem planejando assaltos a banco em Varginha (MG), a 295 quilômetros de Belo Horizonte.

Não houve registro de policiais mortos ou feridos. De acordo com a PRF, houve dois confrontos. Numa primeira abordagem, foram mortos 18 suspeitos e apreendidos dez fuzis, munições, granadas e dez veículos roubados.

Já em uma segunda ação, ocorrida em uma chácara, a polícia relatou que houve intensa troca de tiros e sete suspeitos foram mortos, com três armas recuperadas, além de explosivos.

Em uma postagem em redes sociais, a porta-voz da PM de Minas Gerais, capitã Layla Brunella, classificou a operação como “provavelmente a maior” já realizada contra o chamado “novo cangaço”: “Muito provavelmente é a maior operação contra o ‘novo cangaço’ feita no país. Os infratores provavelmente fariam um roubo na data de amanhã, ou hoje, e foram surpreendidos pelo nosso serviço de inteligência integrado à Polícia Rodoviária Federal”, declarou.

Está prevista ainda para hoje uma entrevista coletiva em que serão passados mais detalhes a respeito da operação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.