Para mostrar o apoio feminino à reeleição de Jair Bolsonaro em Goiás, mais de 200 mulheres, entre elas muitas primeiras-damas, se reuniram nesta quinta-feira, 20, no Sindicato dos Condomínios e das Imobiliárias do Estado de Goiás (Secovi), que fica na avenida Fued José Sebba no Jardim Goiás.

Gracinha Caiado, Ana Luiza Morais, Marisa Carneiro, Lili Veloso, entre outras participam do Encontro de primeiras-damas. O objetivo do evento é engajar ainda mais as primeiras-damas e prefeitas nos próximos 10 dias que faltam para o dia 30 de outubro.

O tema das palestras será a importância do apoio das mulheres para que o presidente da República fique por mais quatro anos. “Estamos aqui para mostrar o poder feminino em uma batalha para eleger nosso presidente e unir nossas forças para garantir maior número de votos possíveis em Goiás”, disse Ana Luiza de Morais, esposa do senador eleito Wilder Morais.

A primeira-dama do Estado, Gracinha Caiado ressaltou que Goiás é um Estado forte, rico e que mostrou sua força no primeiro turno, com a vitória de Bolsonaro. “No segundo turno não seria diferente. Estamos aqui para trabalhar e buscar o voto de mais de um milhão de eleitores que ou não votaram ou votaram nulo ou em branco”, afirmou.

O senador Wilder Morais esteve no evento e aproveitou para enaltecer as o papel das mulheres também na política. “As mulheres possuem uma influência, uma representatividade e uma habilidade na condução dos interesses do povo. É muito importante o papel de cada uma para disseminar os valores de Deus, família, pátria e liberdade.”

Logo depois das palestras, as mulheres se reuniram no Vila Brasil, o maior comitê do Bolsonaro no Brasil para um almoço e, em seguida, participaram de um adesivaço.

A primeira-dama de Rio Verde, cidade que fica no sudoeste goiano, Lilian Garcia Martins do Vale, aproveitou para ressaltar que o presidente Bolsonaro vai governar o Brasil com a mesma seriedade e honestidade em que os prefeitos têm com os municípios.

“E as mulheres têm a força de cuidar, de dar suporte, ser o esteio da família e não há estímulo maior para reeleger um presidente que tem na família a base de tudo e a melhor forma para cuidar de todos”, frisou.