1º Encontro Goiano de Autismo: Autista de 22 anos compartilha experiências em Goiânia

Nelson Marra é um dos palestrantes de evento pioneiro que será realizado na Câmara Municipal da capital neste fim de semana

| Foto: Arquivo

Jovem usa a Internet para falar sobre suas experiências convivendo com o autismo | Foto: Arquivo

Thiago Marques especial para Jornal Opção

“Hoje eu escolhi sorrir, amanhã a gente vê o que faz”. Parece simples, mas, tirada do perfil do Instagram do jovem Nelson Marra, esta frase é muito mais profunda do que se possa imaginar. Nelson tem 22 anos e é autista. Embora seu diagnóstico o “rotule” como Asperger (uma classificação que nem existe mais, mas que hoje remete ao grau leve do espectro do autista), os desafios foram e são muitos para o mato-grossense radicado no Rio de Janeiro. Mas ele insiste: “O sorriso de hoje será a salvação do amanhã! Sejamos leves”.

Este é apenas alguns dos ensinamentos que Nelson compartilha com o público goianiense neste sábado (30/4), a partir das 16h30. Ele é um dos palestrantes do 1º Encontro Goiano de Autismo, que se realiza na Câmara Municipal até domingo. Formado em Artes Cênicas, o jovem costuma usar a internet para compartilhar sua história de vida e experiências. Como fez recentemente em sua página no Facebook, quando falou sobre seu sonho de cursar uma faculdade de Psicologia.

“Vou fazer o ENEM em novembro. Ano passado, prestei o vestibular para a PUC e minhas notas não foram boas. Na verdade, quando vi as notas, a vontade que eu tive foi de chorar. Mas eu já devia ter me acostumado, pois minhas notas costumam ser baixas, em maioria, desde que eu nasci, não por falta de esforço, mas por aprender de maneira mais lenta”, conta.

“Ainda assim, eu passei. E, na minha vida, se eu passar já é lucro. Mas eu e minha mãe não estamos contentes com o valor da universidade particular. Eu, com certeza, me sentiria bem mais calmo na federal. Começo hoje para estar lá em novembro. Se, por acaso, eu passar a responder menos recados, peço desculpas, pois é por um bem maior. Um beijo e amo vocês!”.

O recado foi postado na última quinta-feira (28) e recebeu dezenas de comentários de encorajamento. O meio virtual, aliado a palestras que faz por todo o Brasil, tem sido um canal de comunicação e interação social para Nelson Marra, justamente duas das maiores dificuldades das pessoas com autismo. Em seu site, nelsonmarra.com.br, ele ainda expõe temas que fazem parte do comportamento de muitos pacientes que têm o transtorno, como movimentos repetitivos e seletividade alimentar.

Encontro

Iniciativa pioneira em Goiás, o 1º Encontro Goiano de Autismo reúne especialistas de todo o Estado e até de outras capitais para debater a síndrome que já atinge 70 milhões de pessoas no mundo, 2 milhões apenas no Brasil. Durante todo o sábado e domingo estão previstas palestras com neuropediatras, pediatras, fonoaudiólogos, psicólogos, neuropsicólogos, pedagogos, psicopedagogos, terapeutas ocupacionais, psiquiatras e advogados.

Os temas abordados são variados e incluem terapia ABA, diagnóstico precoce, adaptação curricular para crianças com autismo, atividades de vida diária (AVDs), desenvolvimento da linguagem, direitos dos pacientes e inclusão escolar.

Na última quinta e sexta-feira foram realizados cinco workshops no que foi chamado de pré-encontro. O evento é uma organização da psicóloga comportamental Leana Bernardes, do Instituto Goiano de Análise do Comportamento (IGAC), e da neuropsicóloga Raquel Magalhães.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.