13 governadores assinam nota em apoio ao Supremo Tribunal Federal

Políticos se sensibilizaram em prol dos constantes ataques que a Corte, seus ministros e respectivos familiares vem sofrendo de Jair Bolsonaro (sem partido) e seus apoiadores

Fachada do Supremo Tribunal Federal (STF) | Foto: STF

Em resposta às constantes ameaças que o Supremo Tribunal Federal (STF), seus ministros e respectivas famílias vêm recebendo, governadores de treze estados brasileiros e do Distrito Federal demonstraram solidariedade através de nota pública divulgada nesta segunda-feira, 16. Ao todo, treze governadores se manifestaram.

Apesar de o documento não deixar explícito o nome de qualquer autoridade, os governadores que o assinaram têm adotado postura crítica quanto as atitudes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Isso, porque o chefe de Estado tem tido como grandes alvos de suas declarações as várias esferas do Poder Público, incluindo a Corte.

Entre os políticos que assinaram a nota pública, estão o do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB); da Bahia, Rui Costa (PT); do Maranhão, Flávio Dino (PSB); de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB); de São Paulo, João Doria (PSDB); do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB); do Ceará, Camilo Santana (PT); da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania); do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB); do Piauí, Wellington Dias (PT); do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT); de Alagoas, Renan Filho (MDB); de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD); e do Amapá, Waldez Goés (PDT).

Através de suas redes sociais, no último sábado, 14, o presidente da República chegou a dizer que encaminhará ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), um pedido de abertura de processo contra os ministros do STF Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso.

Demais políticos não reagiram de maneira positiva às ameaças de Bolsoanaro contra o STF. O ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (sem partido), por exemplo, chegou a comparar Bolsonaro com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

Confira a publicação de Rodrigo Maia, em resposta a Bolsonaro, no twitter:

A declaração de Jair Bolsonaro foi realizada apenas um dia após o ministro Alexandre de Moraes determinar que o ex-deputado e dirigente nacional do PTB, Roberto Jefferson, fosse preso por suposta participação em organização criminosa digital que ataca a democracia.

Repercussão no público

O tom agressivo contra o STF também está em alta nos apoiadores de Jair Bolsonaro. Nesse fim de semana, o cantor Sérgio Reis afirmou ter a intenção de entregar ao Senado, no dia 8 de setembro, uma intimação em prol da instituição do voto impresso e da destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em um prazo de 72 horas após a entrega do documento. Ele ainda ameaçou invadir o STF caso os ministros não sejam destituídos. 

Uma manifestação na capital do país também está sendo organizada por Sério Reis, para ocorrer nos três dias que antecedem a comemoração a independência do país, no dia 7 de setembro.

Uma resposta para “13 governadores assinam nota em apoio ao Supremo Tribunal Federal”

  1. Avatar Haroldo de Oliveira Souza disse:

    São todos incompetentes para o cargo da mais alta corte do país. São pessoas comuns que entraram pelas portas do fundo de STF. Nada somam para tão importante missão. São apenas mero advogados de porta de xadrez e de empregadas domésticas. São ridículos. Eita Brasil!! Nunca serás um país de primeiro mundo!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.