12 milhões de famílias brasileiras se encontram endividadas neste início de ano

Endividamento é o maior dos últimos 12 anos e aumenta busca por crédito para recompor poder de compra

Cheque pré-datado, cartão de crédito e cheque especial são as dívidas mais comuns | Foto: Divulgação

Pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostra que o endividamento das famílias brasileiras atingiu o ápice em 2021, o maior patamar dos últimos 12 anos. Segundo o levantamento, atualmente, cerca de 12 milhões de famílias possuem dívidas no cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal ou prestação de carro e de casa.

Segundo especialistas, o efeito imediato desse crescimento dessas pessoas endividadas é a procura por crédito, com a intenção de recompor o poder de compra. No entanto, para o especialista em marketing da Quod, Humberto Bocayuva, empresas precisam rever estratégias de fornecimento de crédito para minimizar o risco de inadimplência. 

“A análise de crédito ainda é a ferramenta mais segura para o setor enfrentar o endividamento. Com o uso correto desse instrumento, é possível tomar decisões que acarretam riscos menores e, consequentemente, reduzem os prejuízos”, explica. Humberto ainda acrescenta a importância desse crédito conter informações sobre o histórico de pagamento do consumidor, para compreender sua capacidade de “honrar a dívida”. 

Além de repensar a forma de fazer análise de crédito, não avaliando apenas os dados de negativação – priorizando o ‘Cadastro Positivo’, que fornecem informações mais completas sobre o cliente -, o especialista ressalta a importância de se valorizar os bons pagadores, auxiliar os devedores no controle das dívidas e negociar para facilitar o pagamento por parte dos clientes. 

“Com o acompanhamento e controle dos clientes é possível elaborar uma estratégia de cobrança mais efetiva e menos invasiva, já que cada cliente possui necessidades e características próprias”, para Humberto, esse contato da empresa com o cliente pode ser realizado tanto por e-mail, SMS ou aplicativos de mensagem. 

Além disso, ele ainda fala sobre a importância de os clientes compreenderem a importância de não se atrasar ou deixar de pagar um compromisso financeiro. “Na hora de negociar, é importante que ele saiba que pode manter o seu score alto, o nome limpo e, caso realize os pagamentos em dia, participar do programa de vantagens para bons pagadores da empresa”, complementou. 

Uma resposta para “12 milhões de famílias brasileiras se encontram endividadas neste início de ano”

  1. Avatar Maria disse:

    EDUCAR PARECE ser a ÚNICA saída, todos gosta de gastar ATÉ + que necessidades 4, AGORA endividado e subsídio tbm. É amealhar capacidade .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.