10 restaurantes de Goiânia que você precisa conhecer o mais rápido possível

Jornal Opção Online lista os lugares mais badalados da capital goiana para se comer, beber e apreciar o que há de melhor na cidade

A gastronomia em Goiânia evoluiu (e muito) nos últimos anos. Como a 12º cidade mais populosa do Brasil, a Capital do Cerrado oferece, hoje, inúmeras opções de restaurantes — que variam dos “granfinos” franceses ao tradicional pit dog de rua –, sem se esquecer de suas origens, prestigiadas em pratos típicos, como a pamonha, ou mesmo na própria cozinha goiana.

Com tamanha variedade, o Jornal Opção Online consultou especialistas na área e “comilões” para fazer uma (pequena) lista de restaurantes que estão bombando no momento. Nosso ranking não tem o objetivo de classificar/eleger os “melhores” da cidade e, sim, sugerir locais para que se possa saborear boa comida.

Bom apetite!

Íz Restaurante, por Ian Baiocchi

iz22

Comandado por um chef dispensa apresentações, o Íz abriu suas portas na semana passada, mas já causa um reboliço na cidade. Localizado no Setor Marista, o espaço foi idealizado para ocupar um espaço vago em Goiânia atualmente: o do restaurante completo, onde se come bem e com variedade.

Ian Baiocchi — que deixou a cozinha do Palácio das Esmeraldas para se dedicar ao restaurante — desenvolveu um menu enxuto: apenas 25 pratos, já contando com as sobremesas. No entanto, bem variado: galinha d’Angola, pato, cordeiro, entrecôte, pirarucu e lagostim compõem as criações do chef.

Endereço: Rua 1129, nº 146, Setor Marista.
Funcionamento: Almoço (ter-sex 11h30-15 horas; sábado e domingo 12 horas-16h30) e jantar (ter-qui 19h30-23h30, sexta e sábado 20 horas-00h30).
Telefone: (62) 3092-5177
$$$

Winiká

WINIKA-1

Charmoso, intimista e gostoso. Não tem como definir o Winiká de outra maneira. Um ano de casa e o restaurante parece continuar se reinventando. A cozinha, contemporânea, claro, surpreende com pratos que privilegiam ingredientes e temperos brasileiros (o próprio nome do espaço é indígena).

O Winiká avisa que o cardápio é sazonal, sofrendo alterações constantes, justamente porque faz questão de utilizar o que há de mais fresco da estação. Na parte fixa do menu, pratos com cortes de carne, galinha caipira e pato, peixes de rio, como o pirarucu ou o surubim, e massas artesanais. Peça o “peixe do dia”. Quem gosta de beber uns “gorós” deve experimentar as caipirinhas da casa.

Outro ponto que merece atenção é a tecnologia da cozinha do Winiká — que poucos restaurantes têm. Lá, trabalha-se com cozimento a baixa temperatura e uma técnica que é a nova tendência mundial: a sous vide — que é cozinhar “sob vácuo”, em sacolas plásticas seladas a vácuo em baixas temperaturas por um tempo maior que o tradicional. O objetivo da técnica é manter a integridade do alimento, evitando a perda de umidade e sabor.

Endereço: Av. T-13, n. 711, Lj 1, Ed. Santorini, Setor Bueno
Funcionamento: Almoço (ter-sex 12 horas-15h30); sábado e domingo (12 horas-17 horas) e jantar (ter-qui 19h30-meia noite, sexta e sábado 19h30-1 hora).
Telefone: (62) 4018-4680
$$$

Panela Mágica

PANELAOK

O Panela Mágica é outro restaurante que dispensa apresentações: são quase 40 anos servindo um dos almoços mais cobiçados de Goiânia. Comandado pelos restauranteurs Caio e Alexandre Jardim, pai e filho mantêm a qualidade e reinventam o espaço — que recém abriu uma unidade nas proximidades do Jornal Opção, no Setor Marista. Figura na lista por se manter badalado mesmo após tantos anos de história, sem perder a juventude.

Ambas unidades, da Av. 137 e da Rua 13, têm ambiente aconchegante, simples e modesto — nada suntuoso, apenas tranquilidade. A cozinha privilegia a culinária saudável e há seções de orgânicos certificados nos dois restaurantes. O bufê é livre e conta com diferentes carnes todos os dias. O preço não é nada amigável, mas vale (muito) a pena.

Endereço: Rua 137, nº 120 e Rua 13, nº 773, ambos no Setor Marista
Funcionamento: Segunda a sexta, das 12 às 15 horas; sábados e domingo, 12 às 16 horas
Telefone: (62) 3945-4138 e (62) 3223-6604
$$$

Moony

MOONY2

Metade Montreal, medade Nova York. É assim que o Moony surgiu, como uma mistura entre as duas cidades cosmopolitas do hemisfério norte. E assim é o ambiente do restaurante: cosmopolita, moderno e descolado — impossível não pensar nos famosos galpões estadunidenses.

No quesito menu, as opções não são tantas, mas a comida é justa. De fato, a gastronomia não é nada de excepcional — principalmente se levado em conta os valores dos pratos –, mas os drinks… Ah! Os drinks são divinos. Quem gosta de um Clericot tradicional ou um famoso Aperol Spritz deve ir ao Moony. Dá para pedir a jarra e aproveitar com os amigos. Ou sozinho mesmo.

Endereço: Alameda Ricardo Paranhos, n. 928, Setor Marista
Funcionamento: Segunda, das 11h30 às 15 horas; terça a sexta, das 11h30 a 1 hora; sábado, das 12 às 2 horas; e domingo do meio-dia à 1 hora
Telefone: (62) 3624-9329
$$$

Los Compadres

LOSCOMPADRES-

Jantar no Los Compadres é muito mais que apenas um jantar. A Kombi no telhado avisa que as coisas ali dentro não são nada discretas. O ambiente, cheio de flores, cores fortes e decorativos típicos do México, é um show à parte. No entanto, o show mesmo acontece no palco do Los Compadres. À noite, o restaurante se transforma numa espécie de pub, e sedia apresentações de dança divertidas — que contam, inclusive com participação do público.

A música alta e a animação dos dançarinos não atrapalham em nada a saborear as delícias da casa. Com um cardápio extenso — destaque para os drinks –, é possível comer (bem) desde saladas até uma paella caprichada. O preço não é o mais camarada, mas vale cada “dilmeta” investida.

Endereço: Rua 139, n. 54, Setor Marista
Funcionamento: Almoço (aos sábados: 11h30-15 horas) e jantar (terça a domingo: 20 às 2 horas)
Telefone: (62) 9328-8800
$$$

Bartolomeu

BARTOLOMEU-

O Bartolomeu poderia figurar nesta lista por um único motivo: o leitão à pururuca. Assado em fogo a lenha, a iguaria é considerada por muitos o melhor do Brasil. Sem exageros. Mas, não é só isso: a tradicional casa é famosa por outros pratos, como o risoto de cordeiro, as pizzas e o bacalhau. Tudo muito bem preparado, com ingredientes de alta qualidade — o que, inevitavelmente, reflete no valor.

O ambiente é intimista e conta com uma das maiores — senão a maior — adega de vinhos da capital.

Endereço: Rua 22, n. 69, Galeria Pátio 22, Setor Oeste
Funcionamento: Almoço (sábado e domingo: 11 às 16 horas) e jantar (terça, das 18 às 22 horas; quarta, das 19 horas às 22 horas; quinta, das 18 às 23 horas; sexta, das 18 à meia-noite; sábado, das 19 às 23 horas; e domingo, 18 às 21 horas)
Telefone: (62) 3215-4500
$$$

Las Nenas

LASNENAS-

Você precisa tomar o suco de coco do Las Nenas. Não que deva ir lá apenas para tomar o suco — mesmo porque o cardápio de almoço, além de preço justo, é extremamente gostoso –, mas também porque é um lugar como nenhum outro. Delicado e fofo, o restaurante é também um café e, durante o dia, serve lanches rápidos. À noite, a casa abre para o jantar com massas e risotos.

Como a própria chef, Carolina Borges, diz: “A intenção é cozinhar receitas, urbanas e saudáveis, que se tornaram difíceis de se encontrar”. No entanto, não vá pensando que a simplicidade tem a ver com comida de boteco.

A cozinha se intitula multicultural, com influências brasileira, italiana, espanhola, francesa e portenha. Mas, esqueça rótulos, conheça o lugar e saboreie as massas!

Endereço: Av. 136, n. 20, Setor Marista
Funcionamento: De segunda a quarta-feira: 8 às 18 horas; quinta e sexta: 8 às 23 horas; sábado (somente jantar): 19 às 23 horas
Telefone: (62) 3088-6070
$$

Restaurante Popular

POPULAR1

Afetados, requintados e gourmetizados podem parar de ler por aqui. O Restaurante Popular — que não é o Restaurante Cidadão, do Governo de Goiás — não tem absolutamente nada de sofisticação. O espaço é extremamente informal, tanto que você se serve direto das panelas, enquanto a comida está sendo preparada. A chef não tem formação nenhuma: a paixão de Dona Lourdes Salomão Barreto é a cozinha, que comanda há nada mais nada menos que 37 anos.

Localizado no Centro de Goiânia, o restaurante oferece a verdadeira culinária goiana, com muitas opções para o almoço, a preço mais que justo: com vintão você come a vontade e tem direito a melhor sobremesa da cidade: ambrosia caseira. Só quem prova entende.

Não é raro ter que dividir os mesões com gente desconhecida. Mas tudo faz parte da experiência que é comer no Restaurante Popular.

Endereço: Rua 72, Centro
Funcionamento: De segunda a sábado, das 11 às 14 horas
Telefone: (62) 3224-6150
$

Abruzzo

ABRUZZO-

Seguindo a linha de restaurantes simplões — mas não simplórios –, vale destacar o Abruzzo. Escolha quase unânime, o italiano chama atenção pela qualidade das massas — que são caseiras — e pelo preço justo. Destaque para o molho de tomate — que é feito com tomates frescos mesmo, nada industrializado.

Como é um local pequeno e já não é tão desconhecido assim, pode demorar um pouco mais que o usual, mas a cordialidade dos atendentes e a qualidade dos pratos compensam. Vá para comer massas. E vá com fome porque os pratos são muito bem servidos.

Endereço: 5ª Avenida, n. 397, Vila Nova
Funcionamento: Almoço (segunda a sexta: 11-14 horas) e jantar (terça a sábado: 18h30-23 horas)
Telefone: (62) 3565-1744
$

Tio Bákinas

TIOBAKINAS-

Claro que, em se tratando de Goiânia, não poderíamos deixar de elencar um tradicional pit-dog. O Tio Bákinas foi escolhido como o grande sanduba da cidade. O hambúrguer caseiro, os molhos especiais e o preço camarada fazem do local um “must” para quem quer saborear a capital do Cerrado. São várias unidades pela cidade e, como todo pit-dog, não têm nada de requintado. Apenas comida de qualidade — mas para quem não está de dieta.

Endereço: São 9 unidades em Goiânia e uma em Anápolis
Funcionamento: todos os dias, das 18 à meia-noite
$

 

54
Deixe um comentário

30 Comment threads
24 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
42 Comment authors
Marina

Abruzzo o preço é ótimo, mas duas pessoas próximas minhas passaram mal com a comida de lá! Não recomendo!

Luiz Carlos Lobo

Trabalho lá perto e almóço direto. Eu nunca tive problemas, bem como meus colegas. Vale a pena dar mais uma chance, além da culinária italiana tem os executivos meio de semana que são muito bons! ;)

Natália Silva de Oliveira

Já eu recomendo o Abruzzo, atendimento maravilhoso, comida bem feita, fresquinha… Comi tanto no almoço como no jantar e nunca passei mal..

Andre

Já fui mais de 10 vezes e eu recomendo sim.

Lilian Gomes

Eu também já foi várias vezes no Abruzzo e nunca tive problemas como esse.

Lilian Rodrigues

Marina nunca passei mal, mas fui super mal atendida quando fui. Não volto e tb não recomendo.

Ana Paula Parice

Passaram mal pq devem ter o mesmo problema que eu, gulosos demais, comida boa a gente come até quase morrer… Eu entendo disso!

Lucas Eggert

Vou sempre… spaguette com provolone é meu preferido, nunca tive problema. O preço é bacana

Elaine Freitas

Mudaria o título para “oito restaurantes que vc precisa conhecer agora se você for rico”. As duas exceções são os últimos dois.

Natasha Teixeira

Não acho q sejam restaurantes para ricos, claro que não são locais parasse comer todos os dias, mas as vezes da pra ir e aproveitar, realmente os restaurantes indicados são muito bons e valem a pena.. Inclusive o Moony é excelente, ambiente extremamente agradável, drinks MA-RA-VI-LHO-SOS!! E comidas também muito boas.. Me surpreendeu.

Douglas Rodrigues da Silva

Abruzzo é uma DELICIA!!!! 50 amigos comeram lá… e nunca… mais nunca.. passaram mal.. eu sou um GLUTÃO que adoro o ABRUZZO e o Restaurante POPULAR.. comida boa e de verdade com o preço JUSTO!

Vívian de Castro

Já comi várias vezes no Abruzzo e é excelente! Nunca tive nenhum problema, o atendimento é excelente e a comida sem defeitos.

Natália Silva de Oliveira

Nossa sério? pois já comi lá dezenas de vezes e nunca passei mal.. A comida sempre esta fresca que estranho sua conhecida passar mal

Leonardo Luiz

abruzzo é muito bom, comi la varias vezes mt bom

Fabio Rodrigues Neves

Abruzzo é tudo de bom, freqüento com amigos e familiares. Ótimo atendimento, recomendadíssimo!!!!

Suzi Rocha

Abruzzo eu conheci um dia por acaso, passando parei e me apaixonei. Já comi várias vezes, e conheço várias pessoas que já comeram lá também. A carta de vinhos é ótima, as massas são maravilhosas, e nunca, nem eu e nem as pessoas que conheço que já comeram lá passamos mau com a comida Marina. Talvez possa ser algum outro fator externo ao restaurante que influenciou, afinal, estamos sujeitos a isso em qualquer restaurante. Eu mesma já fui em restaurante famoso e de grif e fui “presenteada” com uma lagartinha verde passeando na minha salada, e ainda tive que ouvir… Leia mais

Lorena Tartas

Só eu que não sou fã do Moony? Sei lá, achei bem sem gracinha a comida deles, faltou algo! E gostei de saber que no meio dessa lista elencaram duas opções econômicas!

André LDC

Também não sou fã do Moony, Lorena. Blasé, com atendimento precário e antipático. A única coisa que valia a pena nesse lugar: dadinhos de polenta. Nem isso conseguiram manter.

Epaminondas

Moony é um lugar de coragem: Sua proposta de drinks e petiscos num mercado aonde clientes foram treinados a esperar fartura cervejeira e de pratos.

Por isto propostas como o Mercato duram e se expandem, com aquela gororoba horrenda, enquanto o Moony, a gente teme não durar e passar-se anos até novas propostas quererem se arriscar por aqui.

Ângela Lôbo

Abruzzo, Vou sempre, massas deliciosas, preço bom e atendimento excelente! recomendo.

Nicole Baylao

Esqueceram do Assoluto…Para mim,melhor comida italiana de Goiania! Alem de pessoas de alto nivel,local bom e de alto astral!!!!

Marcelo Melgaço Costa

“Pessoas de alto nível”?!

Luciana

Kkkkkkk.

Epaminondas

Assoluto é mediocre. Mas em se tratando de comida italiana em Goiânia, isto é acima da curva.

Eder Jorge

Faltaram restaurantes maravilhosos como o Letoile D’Argent, Hakone, Kabanas e Piquiras. Para mim os melhores.

Marcelo Melgaço Costa

O Piquira’s tá em baixa faz uns 10 anos e os preços do Kabana’s são ridículos.

Eder Jorge

Pois é, todo mundo quer comida boa e barata, mas isso é praticamente impossível. Nós, goianos, precisamos prestigiar realmente o que é bom, incluindo o ambiente, pois do contrário basta ir a algum dos botecos de esquina e comer na calçada. É o que penso, respeitando posicionamento em contrário.

Erika Silveira

Concordo totalmente!

Breno Amaral Freitas

Colega, você só citou os clichês de Goiânia. Todo mundo conhece. Não é o objetivo da matéria.

Epaminondas

L’Etoile D’Argent tem uma refeição fantástica. Isto é, se refeição fantástica se resumisse ao ambiente. Carta de vinhos decepcionante, com buracos, um serviço mediocre e uma comida que não compensa os demais deslizes.

Kabanas e Piquiras são a pior relação custo/benefício da capital. De chopp choco a pratos errados, mas tudo com preço de metrópole do sudoeste.

Dos listados, o único que vale a pena é o Hakone: Mantém nossa expectativa, com o passar do tempo.

Erika Silveira

Concordo! O unico que vale é o Hakone.
Gosto muito do coco bambu e do ambiente. Além do sabor incrível dos pratos, o ambiente e bonito e o serviço excelente. Equipe treinada!

Epaminondas

Coco Bambu tem um cardápio quilométrico e preços razoáveis. O que ocasiona que você não come bem, você come muito. Tem gente que percebe aí uma diferença.

O Mercatto tem disto também, aquela comida indigesta que vem em cornucópias. Se você acha que isto basta, deve achar uma obra de arte ouvir sertanejo.

Erika Silveira

Letoile D’Argent para foi uma decepção. Demorou muito mas muito mesmo para servirem os pratos. Alias esses chegam na mão do garçom sem uma bandeja ou qualquer cuidado para entregar. A entrada, um ceviche, foi mediocre. O risoto de um dos meus amigos estava com gosto de fumaça e amargando. Foi triste!

Murilo Cardoso

O Pitanga ali próximo a tv Serra Dourada também é uma ótima dica.

Vilmar Batista

Poxa! Afinal, isso daqui está parecendo batalha de campanha eleitoral. Pra mim, fica evidente os comentários tendenciosos de internautas pagos pra falar ” isso” de bom sobre uma determinada casa, ou ” aquilo” de ruim sobre a mesma casa.
Porém, pra bom leitor, com o mínimo de capacidade cognitiva, chega beirar o ridículo o esforço de ambos. Aff!!!! Coisas bem ao gosto da goianadinha do pé rachado.

Fátima Rocha

Jornalista que não aceita críticas e já parte para ofensas racistas? Não vejo problema algum em ser “goiana do pé rachado”! Aff digo eu!

Elisete

Ótimas dicas… Acrescentaria a lista o Casa Benedita no Setor Marista … Ambiente agradável, comida deliciosa. Por quilo e aberto de seg a sáb para almoço. Super recomendo. Alimentação saudável e diferenciada.

João Neto

O amigo de um colega do sobrinho do meu padrasto passou mal…

Epaminondas

Restaurantes em Goiânia já estão chegando no nível de São Paulo.

Por exemplo, os preços que cobram já são os mesmos.

Luiza

Acho o Tio Bákinas o pior sanduíche que existe em Goiânia! Já comi tooodos do cardápio e não gostei de nenhum. Aquele tanto de pão e pior murcho!!!

Zulu

Poderiam citar o Bolonha no centro. Comida italiana de excelente qualidade e tradicional.

Epaminondas

Se o que servem no Bolonha é comida italiana, recomendo que façamos uma campanha de arrecadação alimentos e enviar para os italianos.

Eduarda Arantes

Abruzzo é tudo de bom.almoçamos inúmeras vezes lá, sempre delicioso.

Eduarda Arantes

agora faltaram, muitos. Cateretê, Piquiras, Victoria, um que tem dentro da Saneago, deliciosa comida, caseira, O Junior da Vila Nova, O La Bodeguita,restaurante Francês e Italiano L´Etoile D´Argent,Chão Nativo ( Setor Oeste).Madero,Detroit,Outback.Tinha o Montana( churrascaria que fechou)

Maysa Franco

Abruzzo é ótimo, pertinho da minha casa, preço justo, bom atendimento! O risoto de camarão é espetacular…

Eduarda Arantes

Ontem fui no Tio Bakinas, gente delicioso o sanduiche, a batata saborossíssima.Preços em conta. Super. indico

Rhangel

A experiência no RESTAURANTE POPYLAR é realmente incrível, especialmente se encontrarem com o garçom conhecido como “KECY JHONES” (rsrsrs nem sei se é assim que escreve essa invenção de nome e menos ainda qual é o seu nome real). KECY é incrívelmente simpático e atencioso, além de se esbaldar em suas histórias contadas em inglês, um pouco em francês e porque não em espanhol. KECY aprendeu a “falar” os idiomas lá dentro do restaurante mesmo, instigando os clientes a conversar com ele onde festa forma ele vai se divertindo e aprendendo. Não posso esquecer de comentar que ele é fã… Leia mais

Rayana Caetano

Concordo. O “My Friend” é o toque especial da casa.

Arianne

Achei uma delícia o tempero do Restaurante Popular da rua 72, e melhor ainda a alta temperatura retirada direto da panela.

Juliano Martins

Abruzzo, recomendo muito, além de ter uma comida muito boa é um restaurante bem autêntico, além de ser muito bem acessível. Para quem gosta de frutos do mar, vale a pena pedir o Risoto de frutos do mar.

Julio Moreira

Dessa lista eu só conheço o Abruzzo, adorei a comida e o atendimento e acho o preço condizente. Se alguém aí souber de mais restaurantes assim com essa qualidade e preço, por favor indiquem nos comentários.

alzimar machado

Fui ao Abruzzo algumas vezes e gosto muito, boa comida, entradas e bons vinhos também. Ambiente pequeno, simples e aconchegante típico de cantinas. Recomendo.

Vinícius

Valeu pelas dicas!!!

Neiva

Amo e frequento Abruzzo. Super indico. Local aconchegante, qualidade impecável e o atendimento também.