O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) deve acionar nesta segunda-feira, 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão tomada pelo governo de Ibaneis Rocha (MDB) de aumentar o preço das passagens de ônibus do Entorno do Distrito Federal (DF). A informação foi divulgada por Caiado nas redes sociais neste domingo, 4.

No Twitter, ele publicou a seguinte mensagem: “Sem consultar o governo de Goiás e as prefeituras do Entorno do Distrito Federal, a Secretaria de Mobilidade do Distrito Federal (Semob) promoveu um reajuste de até 26% no preço das passagens de ônibus entre o DF e municípios do Entorno. Mas vamos acionar amanhã [hoje] o STF pedindo a suspensão imediata desse reajuste”, escreveu Caiado nas redes sociais neste domingo. Os reajustes feitos pelo governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) começaram a valer a partir de ontem.

Caiado ainda destacou que Goiás “já questiona, no STF, a decisão da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) de conceder a regulamentação do transporte interestadual do Entorno ao Governo do Distrito Federal”. E frisou: “Não podemos deixar cartéis ditarem a política tarifária do transporte público”.