O benefício oferecido pelo Governo de Goiás permite que passageiros consigam trocar de ônibus pagando uma única passagem, mesmo sem passar pelos terminais. Cada usuário do serviço tem direito a fazer até quatro integrações dentro do período de 2h30, ganhando maior agilidade em viagens que antes precisariam de mais tempo ou maior gasto com passagens.

“O Bilhete Único é uma das melhorias implementadas pela gestão que reafirmam o nosso compromisso em facilitar o acesso do cidadão ao transporte coletivo. O benefício ajuda o usuário a reduzir o tempo gasto com as viagens, proporcionando o deslocamento com mais agilidade e com a integração sem custo extra”, destaca o secretário-geral de Governo e presidente da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), Adriano da Rocha Lima.

A melhoria faz parte de uma série de investimentos que o Governo de Goiás faz na rede de transportes, por meio da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC). Além do Bilhete Único, os passageiros da rede integrada da Região Metropolitana também têm acesso a serviços como Passe Livre do Trabalhador (PLT), Meia Tarifa e Cartão Família.

O PLT, que permite até oito embarques diários com um mesmo bilhete, já ultrapassa 1 milhão de usos, com registro de 1.749.167 passagens utilizadas com o benefício. Já no caso da meia-tarifa, aplicada para linhas de curta de distância (até 5 km) teve mais de 2 milhões de uso (2.060.952).

Implantando no mês de fevereiro, o Cartão Família permite que até seis pessoas utilizem o transporte coletivo com apenas uma passagem, durante fins de semana. Em apenas dois meses de funcionamento, já são mais de 700 de utilizações do benefício.