Após um incêndio atingir a estrutura do Viaduto João Alves de Queiroz, no cruzamento das avenidas T-63 e 85, durante a madrugada desta sexta-feira, 15, a Prefeitura de Goiânia informou que equipes da Defesa Civil e Polícia Civil irão realizar perícia em toda a área atingida pelo fogo. A ação pretende identificar o tipo de material que possa ter gerado o incêndio.

Por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra), a Prefeitura destaca que a avaliação será específica para subsidiar ações de recuperação da estrutura, uma vez que se trata de viaduto em localização estratégica. Sendo assim, as ações de reestabelecimento de trânsito na região deverão ser tomada com base nas orientações emitidas nos laudos de especialistas.

Em razão do incêndio, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) deve visitar o local na manhã desta sexta-feira, para acompanhar os trabalhos de avaliação e perícia.

A Secretaria também informou que qualquer ação referente à estrutura do viaduto priorizará a qualidade e segurança, no intuito de evitar novos incidentes. Até que sejam apresentadas conclusões de laudo pericial, o trânsito sobre e sob o viaduto fica interditado.

O viaduto Viaduto João Alves de Queiroz foi interditado após um incêndio que começou por volta das 5 horas da manhã desta sexta-feira, 15. Equipes do Corpo de Bombeiros fizeram o trabalho de resfriamento do local e agentes da Secretaria Municipal de Trânsito (SMM) realizaram desvios nas partes superior e inferior da estrutura.

A suspeita é de que chamas que atingiram parte de vegetação do canteiro central tenham se alastrado por toda a estrutura. A causa do incêndio, porém, ainda não foi esclarecida.