Um idoso de 67 anos morreu dois dias depois de ser atropelado pela própria filha no Parque Botafogo, em Goiânia, próximo ao Mutirama. Conforme a Guarda Civil Municipal (GCM), a vítima estava dormindo embaixo do veículo no momento do acidente. 

Segundo a GCM, o idoso estava acompanhando a filha no trabalho diário. Ela é vendedora ambulante na região. E, em determinado momento do dia, ele teria ingerido bebida alcoólica e deitado embaixo do carro, sem que a filha o visse. Supõe-se que ele tenha feito isso como forma de se proteger do calor de Goiânia, em busca de local coberto.

A GCM informou que o acidente ocorreu no final do dia, provavelmente quando a mulher estava se preparando para deixar o local de trabalho. A vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo).

O homem permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até terça-feira, 17, quando não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso foi registrado como morte acidental, segundo a GCM. De qualquer forma, o atropelamento deve ser investigado pela Polícia Civil (PC).