Governo retoma programas para recuperar estradas

Serão mais 1.380 km de rodovias estaduais pavimentadas restauradas, com investimento de R$ 4,1 milhões. “Investir em estradas é investir em vidas”, diz Marcelo Miranda

Governador Marcelo Miranda ao entregar obra rodoviária: “É essa
nossa prioridade. Melhorar o dia a dia de cada tocantinense”

Dock Júnior

Com frentes de trabalho de norte a sul do To­can­tins, o governo estadual deve garantir aos to­cantinenses, no decorrer deste ano, uma malha viária recuperada quase em sua totalidade. As ações são resultados de um planejamento, orientado pelo governador Mar­celo Miranda (MDB), que re­co­mendou prioridade quando o as­sunto é qualidade das estradas do Tocantins.

Desde o início da gestão, o go­ver­nador tem dado uma atenção à in­fraestrutura rodoviária, em especial na conservação e na manutenção das rodovias estaduais. É o ca­so do Contrato de Restauração e Ma­nutenção de Rodovias (Crema), do Projeto de Desenvolvimento Re­gional Integrado e Sustentável (PDRIS), desenvolvido em parceria com o Banco Mundial. Graças ao Crema, já são quase 1.500 km de rodovias restauradas. Um investimento de R$ 350 milhões.

Atualmente, só do PDRIS, o go­verno tem, em caixa, o montante de R$ 340 milhões para serem exe­cutados. “Investir em estradas é in­vestir em vidas. Uma rodovia em con­dições de trafegabilidade traz de­senvolvimento para uma região e consequentemente melhora a qua­lidade de vida do cidadão. E essa é a nossa prioridade: melhorar o dia a dia de cada tocantinense”, destacou o governador.

A parceria com o Banco Mun­di­al tem dado tão certo que já está em execução uma segunda etapa. O Crema 2 está em fase de elaboração de projetos. Serão mais 1.380 km de rodovias estaduais pavimentadas restauradas. Para esta eta­pa de elaboração de projetos, estão sendo investidos R$ 4,1 milhões.

E não são apenas as rodovias pavimentadas que têm recebido atenção do Governo. As estradas vicinais também estão passando por reparos. É o PDRIS Vicinais que irá percorrer, ao final, 5.500 km de rodovias de 72 municípios tocantinenses. Com recursos na ordem de R$ 93 milhões, além da manutenção nos trechos, estão sendo construídas pontes pré-moldadas de concreto de até 30 metros, bueiros celulares e tubulares. “O homem do campo também precisa chegar às cidades. A nossa produção precisa ser escoada. En­tão não poderíamos deixar as estradas vicinais de fora do nosso planejamento”, reforçou o governador Marcelo Miranda.

Deixe um comentário