Eleições na OAB-TO ocorrem nesta quarta-feira (28) das 9h às 17h

Três chapas foram inscritas: “Advocacia Unida e OAB Respeitada”, “OAB Proativa” e “OAB-TO Independente”

Nesta quarta-feira (28/11) ocorre a eleição da OAB-TO, equipada com urnas eletrônicas cedidas e programadas pelo TRE-TO (Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins). Serão escolhidos os dirigentes da Seccional e das 14 subseções da OAB, entre as 09h e 17h.

Segundo o edital, são 4.773 advogados e advogadas aptos a votar nas Eleições da OAB-TO para o mandato do Triênio 2019/2021, que ocorrerá na sede da Seccional em Palmas e nas 14 cidades com subseção da OAB. Além do comando da Seccional, serão escolhidas as diretorias das subseções. Das 14 cidades, 9 estão com chapa única e 5 terão duas chapas disputando – Paraíso, Porto Nacional, Gurupi, Araguaína e Colinas. Portanto, nas subseções os advogados e advogadas vão votar duas vezes – primeiro para escolher a diretoria local e depois o comando da Seccional.

Para a disputa do comando da OAB-TO, há três chapas inscritas: “Advocacia Unida e OAB Respeitada”, liderada por Juvenal Klayber Coelho, com Adriana Abi–Jaudi Brandão como candidata a vice-presidente; “OAB Proativa”, capitaneada pelo advogado Célio Henrique Magalhães Rocha e Albery César como candidato a vice; Denominada “OAB-TO Independente”, esta chapa é encabeçada por Gedeon Batista Pitaluga Júnior e Janay Garcia, como candidata a vice-presidente.

O presidente da Comissão Eleitoral, o advogado Hugo Moura se manifestou sobre o pleito: “O desejo e os esforços são de que todo o processo eleitoral ocorra com lisura e retidão. Agradeço imensamente a todos os advogados e advogadas que participam da Comissão e subcomissões eleitorais, que são por volta de 100 pessoas, entre mesários, membros de comissão e subcomissões, funcionários e seguranças que estão contribuindo diretamente para o sucesso do pleito. Agradecemos muito o envolvimento dos profissionais do TRE-TO. Pedimos também uma postura tranquila das chapas e dos eleitores para a escolha dos novos dirigentes da Ordem. O dia da eleição é o dia do eleitor executar eficientemente seu voto, cumprindo seu desejo”.

Voto obrigatório

Segundo o parágrafo 1º do Artigo 63 do Estatuto da Advocacia, o voto é obrigatório para todos os inscritos na OAB. Ao todo, a OAB-TO tem 7 mil advogados e advogadas inscritos ativos, mas só estão aptos a votar aqueles com a anuidade em dia. O Artigo 134 do Regulamento Geral da OAB prevê que quem não votar, paga multa de 20% do valor da anuidade. Em caso de ausência, o advogado ou advogada poderá justificar em formulário que será disponibilizado no site da OAB, http://www.oabto.org.br.

Pequisa eleitoral

Segundo levantamento, realizado em 26/11/2018 pelo Instituto Gauss de Pesquisas, o candidato Gedeon Pitaluga aparece em primeiro lugar com 38,85% das intenções de voto, enquanto Juvenal Klayber e Célio Rocha apresentaram um empate técnico, com 30,91% e 30,24%, respectivamente.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.