Bolsonaro perde no Tocantins, mas vence nos grandes centros urbanos

Presidente eleito aumentou sua votação em relação ao primeiro turno, entretanto, foi derrotado nos menores colégios eleitorais

Tocantins foi um dos Estados em que Bolsonaro não terminou o segundo turno na liderança dos votos | Foto: Reprodução/GloboNews

Encerradas as eleições presidenciais em segundo turno por todo o Brasil, neste domingo (18/10), Jair Messias Bolsonaro (PSL) foi eleito para exercer o cargo, após obter 55% dos votos válidos. Ao contrário do que a maioria dos Estados brasileiros decidiram, assim como ocorreu na Região Nordeste, os eleitores do Tocantins, Estado da Região Norte, preferiram Fernando Haddad (PT), que obteve 51,02% (371.593 votos) contra 48,98% (356.684) de Bolsonaro.

Em contrapartida, Bolsonaro ganhou em 27 dos 139 municípios, obtendo êxito nos grandes centros, como Palmas, Gurupi, Paraíso do Tocantins, Colinas e Araguaína, perdendo apenas em Porto Nacional. Na capital, o novo presidente obteve 64,88% contra 35,12% do petista Fernando Haddad.

Bolsonaro foi vencedor em Alvorada, Araguaína, Araguaçu, Bernardo Sayão, Bandeirantes, Cariri, Chapada da Areia, Colinas, Combinado, Guaraí, Colméia, Fátima, Figueirópolis, Formoso do Araguaia, Gurupi, Lajeado, Miranorte, Monte Santo, Nova Rosalândia, Palmas, Palmeirópolis, Paraíso, Pium, Pugmil, Sandolândia, Sucupira e Xambioá.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.