Pioneiro no serviço de equoterapia em Goiás, o Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) garante atendimento a 160 pacientes por mês, entre adultos e crianças, com os mais diversos diagnósticos. Implantado em 2004, o serviço de Equoterapia do Centro de Reabilitação já realizou mais de 207 mil atendimentos a mais de 51 mil pessoas em tratamento na instituição.

O trabalho é realizado em parceria com a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), que arca com o cuidado e treinamento dos animais. Dentre os pacientes, a pequena Mariana Alves, de cinco anos, diagnosticada com a síndrome rara de West, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e atraso do desenvolvimento neuropsicomotor. Ela está em tratamento há quatro anos e sua evolução é nítida e contínua.

Vanessa Cristina Resende, mãe da Mariana, destaca a eficiência do hospital e de seus colaboradores.  “Os benefícios são maravilhosos, a equoterapia trabalha a mente e o corpo. A evolução da Mariana foi total: na fala, no comportamento, tudo mudou bastante, e hoje ela interage e socializa com os profissionais e com as outras crianças. O Crer significa muito para a gente, e eu sou muito grata a tudo, não tenho nada a reclamar, só agradecer”, ressalta.

Segundo a supervisora multiprofissional de Terapias de Apoio do Crer, Karla Lorena Mendonça Campos, a equoterapia tem um papel fundamental na recuperação de muitos pacientes. “No Crer, proporcionamos um atendimento individualizado, em um local totalmente diferente do ambiente hospitalar, que traz vários benefícios por ser um método terapêutico que emprega o cavalo como agente promotor de melhorias de nível físico e intelectual”, explicou a supervisora.

Karla pontua que a equoterapia é indicada para pacientes com alguma doença que compromete a parte motora e/ou psíquica, como crianças com paralisia cerebral, síndrome de Down, autismo, entre outras. Os atendimentos são realizados por profissionais qualificados e com formação nas áreas de fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e psicologia.

O Crer conta com 10 cavalos aptos a auxiliarem na hipoterapia. Implantado em 2004, o serviço de Equoterapia do Crer já realizou mais de 207 mil atendimentos a mais de 51 mil pessoas em tratamento na instituição. Os atendimentos acontecem no picadeiro que fica no Regimento da Cavalaria da Polícia Militar de Goiás, local onde funciona o serviço. 

O que é a equoterapia

A equoterapia é uma técnica que complementa outros tipos de tratamentos, como a terapia ocupacional. Ou seja, é método terapêutico que se utiliza de cavalos para ajudar na reabilitação de pessoas com algum tipo de deficiência, seja física, seja psicológica ou cognitiva.Na prática, ela estimula a mente e o corpo por meio do andar do cavalo, que faz movimentos tridimensionais ou em três eixos: para cima e para baixo, para um lado e para o outro, para frente e para trás. Esses estímulos ritmados provocam uma série de reações no corpo do cavaleiro. O paciente é levado a contrair e relaxar as pernas e o tronco, melhorando suas percepções, funções motoras e, principalmente, o equilíbrio.