Após 26 dias de intubação, a gêmea siamesa Valentina sorriu pela primeira vez. O vídeo foi compartilhado pelo médico Zacharias Calil em suas redes sociais, nesta quinta-feira, 9. Alguns dias depois da cirurgia que separou as irmãs, Valentina teve crises convulsivas e febre, o que preocupou a equipe médica. “Hoje a nossa guerreira que faz jus ao seu nome sorriu pela primeira vez em conversa com sua mãe”, escreveu Calil.

A mãe das gêmeas disse que sente um alivio e espera que a próxima vitória seja o momento em que as duas filhas voltem para casa. “São tantas emoções que não tem explicação, só Deus”, disse Leninha. 

Valentina interagindo com a mãe

Relembre

As gêmeas nasceram unidas por parte do tórax e abdômen, em Guararema (SP), mas a família se mudou para Morrinhos, no Sul de Goiás, para ficar mais próxima da unidade de saúde. Ao longo dos últimos dois anos, elas passaram constantemente por acompanhamento médico.

As crianças dividiam os intestinos grosso e delgado, fígado e genitália. Unidas pela bacia, ou seja, pelo osso ísquio, elas configuram um caso de gêmeas isquiópagas, classificado como um dos mais complexos da cirurgia pediátrica.