Depois de aprovada na Assembleia Legislativa a nova lei geral que moderniza as Organizações Sociais, o governo do Estado de Goiás trabalha para criar uma subsecretaria que vai fiscalizar os contratos com as OS’s dentro da própria Secretaria de Saúde (SES). A proposta está na governadoria e deve ser encaminhada para Alego junto com a reforma administrativa. A ideia dessa subsecretaria é aumentar os mecanismos de controle, transparência e fiscalização na aplicação dos recursos.

O modelo de gestão por OS’s existe há mais de uma década no Estado, com casos de sucesso, mas também problemas, com casos de corrupção e operações policiais como a vista na manhã de quinta-feira, 26, quando a polícia civil de Goiás iniciou investigações nos contratos entre a SES e o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) no que diz respeito à subcontratação de serviços de saúde.