José Eliton tem pressa na gestão

Ritmo de trabalho imprimido pelo tucano, com programas e medidas de impacto em menos de três semanas como governador, alavanca a pré-candidatura do tucano à reeleição

Governador José Eliton conversa com paciente atendida no Programa 3º Turno: tucano tem de correr para fazer boa gestão e ter o que apresentar ao eleitor

Cezar Santos

José Eliton (PSDB) assumiu de vez o comando da gestão estadual no dia 7 de abril, com a renúncia de Marconi Perillo. Até 7 de outubro, dia do primeiro turno da eleição, são pouco mais de 180 dias. A tarefa do tucano nesse período é cuidar da administração de forma tal que os goianos percebam que ele tem condições de continuar à frente do comando do Estado e o reelejam para isso, uma vez que ele é pré-candidato à reeleição, como o nome da base governista para a disputa.

Nesse sentido, os principais adversários de Eliton na corrida pelo comando do Palácio das Esmeraldas nos próximos quatro anos, o senador Ronaldo Caiado (DEM) e o deputado federal Daniel Vilela (MDB), têm a vida mais fácil. A explicação é óbvia: com o Congresso Nacional praticamente parado por causa da pré-campanha — e da Lava Jato, e da prisão de Lula, etc. —, e depois ainda mais quando a campanha estiver deflagrada de fato, Caiado e Daniel podem se dedicar de forma quase integral às respectivas campanhas — e eles, que não têm nenhuma culpa pela paralisia do Congresso, já estão fazendo isso.

Consciente da agenda apertada, José Eliton foi à luta e se vale da prerrogativa legal de não precisar deixar o cargo de governador ao mesmo tempo em que é pré-candidato à reeleição. Se os adversários podem fazer campanha praticamente em tempo integral, José Eliton, se fizer uma boa gestão no curto mandato que tem pela frente, isso naturalmente servirá para referendar sua postulação eleitoral, tornando-o mais conhecido e dando ao eleitor fatos que comprovam sua capacidade como gestor.

Em menos de três semanas como titular de fato no governo, o tucano tem trabalhado duro, lançando programas e ações de impacto, surpreendendo a oposição e até os aliados. No início da semana passada, logo na segunda-feira, José Eliton deu mais uma mostra do ritmo de trabalho que tem imprimido desde que assumiu o governo. Ele tem pressa em “mostrar serviço”, e se desdobra na apresentação de ações e programas para a população. José Eliton, que de manhã já tinha apresentado o Programa 3º Turno na Saúde, esteve à noite no Hospital Geral de Goiânia Alberto Rassi (HGG-AR) para acompanhar o primeiro dia de funcionamento da iniciativa.

Senador Ronaldo Caiado e deputado Daniel Vilela, diferentemente do adversário tucano, podem fazer campanha praticamente em tempo integral

Naquele horário, dez pacientes se dirigiam para o centro cirúrgico e cerca de 80 já estavam registrados para serem consultados (ver texto al lado). O governador conversou com alguns deles, ouviu elogios e agradecimentos, e ressaltou que a partir de 30 de abril, o atendimento será estendido para as demais unidades de saúde do Estado.

Os agradecimentos dos pacientes tinham razão de ser. José Eliton lembrou que o objetivo do governo estadual é realizar mais de 7 mil cirurgias até o final de 2018. “Isso só é possível porque temos uma rede de excelentes hospitais. Até o final do ano, a expectativa é zerar a demanda por essas cirurgias. Esse é um programa de Estado, não é um programa de governo. É um programa permanente, cujo objetivo é zerar esse déficit, e depois organizar o fluxo normal para que não sejam formadas novas filas”, explicou o tucano.

O governador lembrou que a realização das cirurgias eletivas é uma atribuição das prefeituras, mas o Governo do Estado, diante de uma fila de espera de 23.890 pessoas, em Goiânia, está assumindo parte da responsabilidade para garantir o atendimento aos cidadãos. Não é segredo para ninguém que a rede de saúde de Goiânia vive uma das piores crises da história, com unidades sucateadas, falta de médicos e pessoal de apoio, falta de medicamentos e outros problemas graves.

O investimento global no Programa 3º Turno na Saúde é de R$ 100 milhões. A estimativa é de realização, mensalmente, de 11.630 exames especializados, 5.236 consultas e 925 cirurgias em oftalmologia, urologia, neurologia, dermatologia, cirurgia geral, angiologia, entre outras especialidades. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) tem uma estimativa arrojada para os oito meses de duração do Programa 3º Turno, com planejamento para realizar 142 mil atendimentos até 31 dezembro.

Comemoração pelo atendimento há tanto tempo esperado

A espera de quatro anos de espera pela cirurgia plástica reconstrutora terminou na segunda-feira, 23, para Erika Prudente. Às 20h30 ela se preparava para a consulta com o cardiologista. A técnica de enfermagem foi uma das pacientes atendidas no ambulatório. “Quando me chamaram, não achei que ia ser tão rápido. Fazer a cirurgia para mim é uma vitória” disse ela diretamente ao governador José Eliton.

O açougueiro Vicente Bar­bosa Neto, de 35 anos, aguardava há dois anos e meio por uma cirurgia de ligamento do joelho, e comemorava o fato de ser um dos primeiros pacientes atendidos no primeiro dia do Programa 3º Turno da Saúde. “Eles me ligaram na sexta-feira e no sábado mesmo eu já fui internado. Necessito muito dessa cirurgia, assim como muitas pessoas que têm a esperança nesse terceiro turno. Estou muito feliz. Logo que sair daqui vou para Trindade a pé pagar promessa, e depois vou jogar bola. É um programa muito bom pra quem trabalha”, disse sobre ser chamado para operar à noite.

Cristiane de Freitas Borges, de 45 anos, aguardava há quatro por uma cirurgia cardíaca. Foi chamada para se consultar com um cardiologista naquela segunda-feira e dar início aos exames pré-operatórios. “Esse programa é muito importante para mim, porque eu já estava há quatro anos na fila de espera. E é importante também para a sociedade, porque vai desafogar essa fila de espera, com um atendimento de excelência”, comemorou.

Aliados exaltam o governo de continuidade, mas com cara própria

Este slideshow necessita de JavaScript.

O governador José Eliton cumpre uma agenda corrida desde o início de sua efetividade como chefe do Executivo Estadual. Esse trabalho é ressaltado por deputados estaduais e federais, prefeitos e auxiliares de todos os escalões.

“Começamos muito bem!”, é o resumo que o secretário de Go­ver­no, João Furtado de Mendonça, faz das três primeiras semanas do go­verno José Eliton. Segundo ele, o go­vernador conseguiu executar uma agenda consistente nos dois papéis, de governante e de líder de uma e­quipe de governo. Essa agenda, diz, foi dividida de forma proporcional e intensa no atendimento daquilo que é mais importante como meta de governo: o foco nas pessoas, no cidadão, no contribuinte.

“E, também, José Eliton conseguiu construir uma agenda política relevante. Estamos renovando e ampliando os laços do Programa Goiás na Frente ao recebermos prefeitos das diversas microrregiões do Estado, os quais têm sido unânimes em elogiar a importância as parcerias com esse programa tão bem desenhado por Marconi e por José Eliton. Essas duas semanas de intenso trabalho são exitosas, o governador conseguiu mostrar a relevância e dinamismo do seu trabalho e de sua liderança na equipe”, afirma João Furtado.

Resultados positivos

Secretário-chefe do Gabinete de Assuntos Estratégicos do governo estadual, Ricardo Balestreri avalia como extraordinariamente positivas as primeiras semanas de governo. Ele lembra que José Eliton, como homem de Estado, corretamente se coloca nessa responsabilidade e se posiciona como um governador que dá continuidade a programas consequentes e de resultados positivos que já vinham ocorrendo com o governador Marconi Perillo. Então — diz Balestreri —, é uma conduta correta do ponto de vista da gestão pública, além de ser elegante.

Em segundo lugar, afirma o secretário, José Eliton vem acrescentando questões típicas de seu próprio governo, que é de continuidade mas que tem cara própria. “Essas questões que ele vem trazendo têm sido marcantes do ponto de vista intersetoriais de governo. Tivemos avanços extraordinários nas questões de saúde, educação, segurança pública, gestão hídrica, mobilidade urbana e outras. Essas políticas tiveram planejamento multissetorial, com participação do conjunto dos secretários, conformando um governo que tem uma cara única. Isso é muito importante na administração contemporânea, por que os melhores governos trabalham com o somatório de conhecimento e de diretrizes, ou seja, com as capacidades multissetoriais.”

Ricardo Balestreri reafirma que nas três primeiras semanas, a administração José Eliton foi de extremo vigor, com uma aceleração enorme dos processos decisórios, de medidas inovadoras que dão aprofundamento às políticas que já vinham sendo executadas. “E particularmente uma face humana de inclusão social. As políticas anunciadas nas mais diversas áreas têm esse tom norteador, da inclusão das pessoas mais humildes, que necessitam de ampara e proteção. Então essa é uma marca forte da social-democracia que aparece na boa governança do governador José Eliton e sua equipe.”

O deputado federal Thiago Peixoto (PSD) dá seu testemunho do ritmo acelerado de trabalho de José Eliton. “Em menos de três semanas de governo, é, de fato, o novo tempo novo. E é muito bom que o governador José Eliton dê continuidade ao trabalho de Marconi, mas que o faça como está fazendo, com avanços. Avanço na saúde, com esse programa maravilhoso do terceiro turno, avanço na segurança pública” afirma.

Peixoto diz ter certeza que esses avanços ocorrerão em todas as áreas. “Espero e vou trabalhar muito para que esses avanços não fiquem só neste anos, para que nos próximos anos nós, da base aliada de José Eliton, possamos dar o mesmo ritmo que o nosso governador tem dado nestas duas semanas de governo.”

O deputado federal Fábio Sousa (PSDB) também ressalta o trabalho do governador neste início de gestão. “Ele tem tido muita clareza, muita firmeza nas suas convicções. E tem um bom projeto, está fazendo ações significativas na área da saúde e da segurança pública. Tem tudo para dar certo, está dando certo e não tenho dúvida de que, continuando assim, será um grande governador do Estado, mesmo nesse pequeno período. Mas tenho certeza também que teremos mais anos dele como governador, nos quais poderá mostrar o quanto capacitado ele é para essa missão.”

Pronto para governar

Já o deputado federal João Campos (PRB) destaca o fato de nenhum ação da gestão de Marconi Perillo ter sido paralisada. Além disso, diz Campos, nos primeiros dias, Eliton já avança nessas ações. “Basta destacar o que foi anunciado na área de segurança pública. São ações que vão ter consequência na vida das pessoas com redução de taxas de criminalidade. E nos próximos dias será anunciado um conjunto de ações na saúde. Por mais que muitas ações seja responsabilidade do município de Goiânia, o governador está empenhado em dinamizar aquilo que é responsabilidade do Estado. Isso mostra que ele conhece nossa gente, conhece a nossa realidade, conhece a máquina do governo e está pronto para governar.”

A deputada federal Magda Moffato (PR) informa que tem acompanhado o governador em vários eventos na capital e pelo interior e diz que tem sido surpreendida pela atuação do tucano. “Não só atuação como homem público, mas pela firmeza, pela postura, pela forma com tem conduzido as questões de Estado. Para nós, enquanto deputados federais, esse comportamento é altamente positivo”, coloca a parlamentar.

Magda também destaca o corpo de auxiliares de José Eliton. “A equipe é profissional, competente, dedicada. E isso fortalece cada vez mais o governo. Com certeza, estaremos juntos nessa caminhada rumo à reeleição do doutor José Eliton. Vamos caminhar rumo à vitória, que será a vitória de medidas sérias, necessárias, que serão tomadas para que cada vez mais o Estado de Goiás desponte como o celeiro do Brasil.”

O deputado federal Heuler Cruvinel (PP) diz que neste início de mandato efetivo, José Eliton dá mostra do que será todo o seu governo, com inovações e modernidade tanto na área da saúde quanto da educação e da segurança pública. “Ele está mostrando que é equilibrado e preparado para continuar governando o Estado, não apenas nos próximos meses, mas por muitos anos. Ele está pronto para atender as demandas dos mais necessitados e de todos os goianos.”

Primeira reunião

Deputados da base aliada do governador já tinham externado opiniões num almoço realizado no Palácio das Esmeraldas no dia 21, exatamente duas semanas depois da posse. Entre as falas, o dinamismo e a velocidade da equipe de secretários de governo foram destacadas pelos parlamentares.

Fábio Sousa se disse animado com as primeiras semanas do novo governador. “Temos um projeto em comum. Vencer as eleições para governador”, resume. “José Eliton é o único nome, de fato, a ser novo nestas eleições”, declarou.

Thiago Peixoto elogiou as medidas apontadas para a área de segurança e para o programa Jovem Cidadão. José Eliton tinha anunciado pacote de medidas de curto e médio prazos que visa reduzir ainda mais os indicadores de criminalidade no Estado. Entre as ações previstas está dar maior agilidade na lavratura de TCOs (Termo Circuns­tanciado de Ocorrência), reequipar as forças de segurança pública, reordenar policiais ajustando remunerações e valorizar o trabalho da inteligência, e criar Batalhões permanentes da Polícia Militar dentro dos terminais de ônibus.

O deputado federal Giuseppe Vecci (PSDB) reforçou e ressaltou o lançamento do Programa Jovem Cidadão para a Pessoa Com Defi­ciên­cia e a Carteira de Identificação do Autista (CIA), iniciativa pioneira no País. “É elogiável o ritmo forte neste início do governo”, disse.
João Campos lembrou que “o grupo e a base do governo é expressiva”. Ainda pontuou que “a postura de José Eliton nos prova que estamos forte”. A deputada Magda Moffato elogiou a velocidade das ações anunciada e exaltou medidas na área de educação, como o anúncio de uma política que diminua a evasão dos jovens goianos que cursam o segundo grau.

O deputado federal Célio Silveira (PSDB) se mostrou confiante para as eleições deste ano. Falou de sua certeza que José Eliton irá crescer nas pesquisas e foi contundente: “Vamos ganhar estas eleições”. Ele citou, ainda, o “notório crescimento do governador nas pesquisas no Entorno do Distrito Federal”.

O deputado federal Sandes Junior (PP) disse que é “entusiasta da candidatura de José Eliton” e reforçou que o governador é o melhor nome na base.

Deixe um comentário