Gestão responsável evita desabastecimento

Esse bem essencial para a vida – e cada vez mais escasso – tem merecido atenção especial do Governo de Goiás desde o início de nossa gestão

Lincoln Tejota*
Especial para o Jornal Opção

“Não posso deixar de mencionar a importância dos produtores rurais e da população na eficiência dessa operação, que foram conscientes e promoveram medidas de economia” | Foto: Divulgação/Governo de Goiás

Nesse Dia Mundial da Água, Goiás tem muito o que comemorar. Esse bem essencial para a vida – e cada vez mais escasso – tem merecido atenção especial do Governo de Goiás desde o início de nossa gestão. Um trabalho conjunto e comprometido da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), por meio da secretária Andréa Vulcanis, Saneago, Batalhão Ambiental e Corpo de Bombeiros, por determinação do governador Ronaldo Caiado, fez com que atravessássemos uma das piores estiagens da história – foram 131 dias sem chuva – sem registro de falta d’água ou de necessidade de racionamento na Grande Goiânia.

Não posso deixar de mencionar a importância dos produtores rurais e da população na eficiência dessa operação, que foram conscientes e promoveram medidas de economia. A situação mais crítica foi enfrentada no Rio Meia Ponte. Durante quase três meses, foram realizadas 21 mil ações, com monitoramento diário e sistemático da vazão média para embasar as providências, que culminaram na redução de infrações e embargos, cadastramento de produtores que realizavam captação de forma irregular e disponibilização de barramentos privados à Saneago para abastecimento das cidades em caso emergenciais, além de uma escala de horários para irrigação, de modo que não causasse prejuízo ao abastecimento da população.

Também tivemos coragem para enfrentar problemas históricos, como os que envolviam Aparecida de Goiânia e Anápolis, que há décadas sofriam com problemas de abastecimento. Na primeira, o governador e eu assinamos ordem de serviço para a construção dos Linhões Sul e Central, com investimento de aproximadamente R$ 70 milhões para benefício de mais de 400 mil pessoas que receberão água tratada do Sistema Mauro Borges. Os recursos das obras iniciadas já estão garantidos.

Em Anápolis, a assinatura da renovação do contrato entre a Saneago e o município viabilizarão, ao longo dos 30 anos de vigência do instrumento, investimento de R$ 600 milhões em obras de saneamento, sendo quase metade do valor já nos cinco primeiros anos. Também já estão sendo executados estudos sobre locais para construção de novas barragens e ampliação na captação da vazão.

O programa “Juntos pelo Araguaia”, em parceria com os governos federal e do Mato Grosso, também prevê medidas como a conservação do solo e da água e a preservação de nascentes para tentar recuperar os danos causados nos últimos anos, como a redução de 35% do volume do rio.

O foco de nosso trabalho é promover o uso consciente e racional da água, de modo que o recurso garanta o bem-estar dos cidadãos e atenda ao consumo doméstico, agrícola e industrial, promovendo o desenvolvimento de nossa economia, com geração de emprego e renda para a população. Atualmente, 97,2% do povo goiano tem acesso a água tratada. Nossa meta, assim como um dos objetivos de desenvolvimento sustentável das Organizações das Nações Unidas (ONU), é fazer com que o acesso a esse direito seja universal.

O crescimento populacional precisa ser pensado em conjunto com medidas que garantam o abastecimento de água. Não há como pensar políticas públicas eficientes sem que essas duas áreas andem em conjunto. E é isso que estamos fazendo: dando respostas à população, incluindo a garantia de suprimento para o primeiro semestre de 2020. Agora, os órgãos goianos trabalham a todo vapor para que tenhamos um segundo semestre sem intercorrências. Nesse momento de grave crise em razão do coronavírus, que assola o mundo todo e ainda deve perdurar por alguns meses, o Governo de Goiás se empenha para que a falta d’água não seja mais um motivo de preocupação à comunidade.

*Lincoln Tejota (Cidadania) é vice-governador do Estado de Goiás

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.