Consultorias impulsionam os negócios dos micro e pequenos empresários

Goianos contam como expandiram e potencializaram suas empresas após receberem assessoramento da entidade

Élita Ferreira, proprietária
da Élita Cosmetics, procurou
a ajuda do Sebrae para transformar seu negócio: “Foi uma luz no fim do túnel”

Há quase cinco décadas o Serviço Bra­si­leiro de Apoio às Mi­cro e Pe­que­nas Em­presas (Se­brae) oferece atendimento aos em­preendedores e àqueles que cultivam o desejo de ser donos de seu próprio negócio. A entidade promove cursos, palestras, seminários, no entanto, entre essas atividades, uma das principais é a prestação de consultoria. Em­pre­sários goianos que desejavam tirar seu projeto do papel ou aprimorar um empreendimento já existente buscaram a ajuda da instituição e têm colhido resultados positivos.

Dividida em duas categorias, a consultoria pode ser simplificada, com carga horária de 10 horas, ou gerencial, com 40 a 50 horas de duração. Segundo o gerente regional do Sebrae em Goiás, Eduardo Alcântara, a consultoria é um serviço de diagnóstico de uma situação particular da empresa, elaborando um plano de ação, juntamente com o proprietário, para oferecer soluções para aquele empreendimento.

Para quem está buscando novas modalidades de mercado, procurar esse assessoramento pode ser um primeiro passo acertado. É o caso de Élita Ferreira, 49 anos, proprietária da Élita Cosmetics. Seu estabelecimento funcionava como salão de beleza e, do ano passado para cá, passou por um processo de transição, voltando-se para a linha de vendas de produtos para cuidados capilares. “Senti dificuldades na área de gestão e procurei o Sebrae, que eu já conhecia”, conta.

A empresária já estava familiarizada com a instituição, quando participou do projeto Empreender, programa do qual o Sebrae é parceiro, que busca soluções para pequenas empresas. Depois, quando iniciou os procedimentos de mudança da Élita Cosmetics, buscou orientações administrativas por meio do Sebraetec. De acordo com ela, foi determinante para o “renascimento” de sua empresa. “Recebi auxílio desde a criação da marca e elaboração de uma identidade visual aos aspectos gerenciais”, explica. O Sebraetec faz parte dos atendimentos de assessoria, especializado em implementar medidas de inovação.

Conforme Élita, quando ainda estava perdida sobre quais passos dar ao passar por uma grande transformação, a consultoria foi uma espécie de iluminação. “Foi, sem dúvida, uma luz no fim do túnel. Essa ajuda é muito importante para o pequeno empresário, principalmente em um momento como este, com o país em crise não podemos cometer nenhum erro. O Sebrae, então, dá esse direcionamento para seguirmos um caminho com o mínimo de erros e mais certeza de que dará certo no final”, diz.

A empresa Bem Leve e Saboroso teve 35% de aumento nas vendas, segundo seus proprietários

A história da empresa Bem Leve e Saboroso também foi bastante parecida. Antes, sob o nome de Tropical Açaí, o estabelecimento do casal Carlos André Aurione, 33 anos, e Vanessa Amorim, 32, passou por uma reforma em sua marca e proposta. Carlos explica que, em 2016, cerca de dois anos após o nascimento do projeto, eles sentiram que estavam perdendo o foco e precisavam delinear melhor os serviços oferecidos.

Seguindo o sonho de comandarem um negócio, se aventuraram no ramo da alimentação saudável, no entanto, o objetivo era não só delimitar o cardápio ao produto de açaí, como o nome do local poderia deixar subentendido. “Procuramos o Sebrae e, depois de analisarem o nosso caso, nos ajudaram a abrir o leque de cardápio, mas sem que perdêssemos o foco de nosso negócio”, afirma. Segundo Carlos, além da mudança de nome, os consultores orientaram em todas as estratégias de marketing. “Assim como o nome, a fachada e a logomarca foram alteradas, o cardápio foi repaginado, ficando mais objetivo e focado, e folhetos também foram distribuídos”, relata.

Seguido às mudanças, vieram os benefícios. Depois das análises e trabalho realizado em conjunto com o assessoramento, os proprietários afirmam que as vendas cresceram em 35%. Carlos ressalta que novos clientes foram atraídos e os antigos fidelizados. As dificuldades foram superadas e a possibilidade de crescer ainda mais fica nítida no horizonte. “As orientações foram muito importantes e, com a modernização da marca, o público fica mais interessado em nos conhecer”, pontua.

Inovação

Para quem quer melhorar os negócios, procurar assessoramento pode ser o primeiro passo

“A inovação é movida pela habilidade de estabelecer relações, detectar oportunidades e tirar proveito delas”. Essa é uma frase retirada do livro “Gestão da Inovação”, de Joe Tidd e Joe Bessant, obra consagrada nos cursos de graduação e mestrado quando o assunto é empreendedorismo. De acordo com Eduardo Alcântara, inovar é um dos fatores determinantes para a sobrevivência de uma empresa, haja vista a volatididade do mercado e as demandas do consumidor, que vão muito além de um produto barato. “Não é mais somente o preço que dita o que o consumidor vai comprar ou não. É uma série de condições: atendimento, desenvolvimento tecnológico, qualidade”, esclarece.

Todas essas características fazem parte do processo inovativo. Trazendo novamente o livro citado, a inovação, conforme os autores, não implica necessariamente a abertura de um negócio inédito, mas também de “novas formas de servir a mercados já estabelecidos e maduros”. Na mesma linha, está a finalidade dos serviços de consultoria do Sebrae. Ainda segundo Eduardo, o objetivo principal das capacitações é estimular novas oportunidades para que os empreendedores sejam bem-sucedidos em seus projetos.

O consultor dá a dica: “Hoje, a responsabilidade social e o desenvolvimento sustentável dos negócios são um diferencial muito competitivo”. Para ele, é importante que os empreendimentos pratiquem filosofias sustentáveis em relação ao meio ambiente. Esse seria um dos eixos fundamentais do Sebrae ao realizar esse trabalho junto às empresas. “Queremos fazer com que elas possam estar mais aptas, mais competitivas, vislumbrando novas oportunidades, antenadas tecnologicamente, e sempre comprometidas com ações sustentáveis.”

Áreas

Entre as áreas de consultoria oferecidas pelo Sebrae estão: Finanças, Legislação das MPEs, Marketing e Vendas, Planejamento, Produção e Qualidade, e Recursos Humanos e Empreendedorismo. Eduardo explica que o empresário interessado deve procurar a entidade para que seja realizada uma investigação a fim de identificar o problema e solucioná-lo. O intuito é sugerir ações de melhoria e trabalhar junto com o empresário na aplicação das operações.

Podem buscar ajuda no Sebrae pessoas que gerem um negócio e pretendem aprimorá-lo, ou mesmo os potenciais empreendedores, aqueles que querem tirar a ideia do papel e colocá-la em prática. Segundo informações da plataforma online da instituição, os públicos-alvo são potenciais empresários, microempreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte e produtores rurais.

“O empresário trabalha para alcançar o sucesso”

“Ter o próprio negócio está entre os cinco sonhos dos brasileiros”, afirma diretor técnico do Sebrae

Oferecer consultoria empresarial para contribuir com o empreendedor na tomada de decisões. Essa é umas missões fundamentais do Sebrae, conforme o diretor técnico da entidade em Goiás, Wanderson Portugal. “Com sua equipe de consultores, o Sebrae, ao lado do empresário, verifica o que o negócio necessita para se manter e fortalecer no mercado”, explica. Segundo ele, “o empresário trabalha para sempre alcançar o sucesso de sua empresa”.

Para ajudar a alavancar os negócios, portanto, o Sebrae disponibiliza de serviços de assessoramento que abordam diversas áreas. O diretor enumera algumas: planejamento, inovação, vendas, atendimento, finanças, marketing, compras e estoques, empreendedorismo e gestão de pessoas. Com isso, o empresário tem a oportunidade de entrar em contato com formas de gestão que possibilitam o fortalecimento de seu projeto.

De acordo com uma pesquisa da Serasa Experian, mais de 2 milhões de empresas nasceram no Brasil somente em 2017. Em um mercado que cresce cada vez mais, é importante se especializar e buscar novos caminhos para se destacar. “Segundo pesquisas, ter o próprio negócio está entre os cinco sonhos dos brasileiros. E o Sebrae está a postos para apoiar, atender e capacitar os empreendedores que já possuem e os que ainda pretendem abrir uma empresa”, salienta Wanderson.

Como contratar uma consultoria?

Os interessados em contratar um serviço de consultoria deve entrar em contato com a unidade do Sebrae mais próxima ou agendar um atendimento presencial pelo número 0800 570 0800.

Feito o procedimento, um especialista realizará um diagnóstico para, posteriormente, indicar a consultoria mais adequada para a empresa.

Segundo informações fornecidas no portal do Sebrae, a consultoria pode ser simplificada, com carga horária de 10 horas, ou gerencial, com 40 a 50 horas. Entre os atendimentos prestados estão visitas presenciais do consultor e elaboração de relatórios.

Deixe um comentário