O deputado estadual Veter Martins (PRD) negou, nesta quarta-feira, 31, ao Jornal Opção, que tenha articulado com vereadores e secretários municipais para que um projeto de lei fosse aprovado na Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia. Isso, segundo divulgações, teria criado um mal-estar para o prefeito Vilmar Mariano (MDB).

“Eu não tenho nenhuma indisposição com o Vilmar, porque eu não interfiro na gestão dele. Eu estou deputado estadual, fazendo tudo aquilo que é importante para o Vilmar fazer uma boa gestão. Estou contribuindo com as emendas [impositivas] para a cidade, para que ele possa estar aplicando da melhor forma possível. Para fazer com que, o legado do Gustavo e do Maguito [Vilela, ex-prefeito de Aparecida] continuem sendo preservados, bem geridos, para gente continuar a fazer Aparecida crescer e desenvolver”, argumentou Veter Martins.

Sobre o assunto, o ex-prefeito Gustavo Mendanha (PRD), prestes a retornar ao MDB, disse, na segunda-feira, 29, ao Jornal Opção, que não comentaria sobre qualquer boato envolvendo o prefeito Vilmar Mariano, Veter Martins e André Fortaleza (MDB).  

Veter justificou ainda que caso tivesse feito alguma articulação no Poder Legislativo, isso “estaria em desagravo completo ao gestor, ao prefeito, que é meu principal aliado político. “Eu sou parceiro dele. Eu sou liderado por ele. Assim, como eu sou um liderado pelo Gustavo Mendanha”, acentuou.

Leia também: Gustavo Mendanha rebate boatos e diz que relação com Vilmar Mariano continua boa
Veter Martins: “Sem dúvidas, Vilmar Mariano ganhará as eleições no primeiro turno”