O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deve anunciar parte dos seus ministros nesta sexta-feira, 9. A informação foi confirmada pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, após reunião com o diretório do partido.

Entre os nomes a serem citados está o do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio Monteiro, cotado como favorito para assumir o Ministério da Defesa. O nome de José estava sendo ventilado para o cargo desde o início da transição. 

Fernando Haddad, por outro lado, deve ser anunciado como chefe do Ministério da Fazenda. Ele, inclusive, se encontrou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quinta-feira, 8.

Na Justiça, o favorito é o senador eleito Flávio Dino (PSB), que esteve com Lula também nesta quinta. Já para a Casa Civil, a aposta dos aliados de Lula é o governador da Bahia, Rui Costa, que também se reuniu com o presidente eleito durante a semana.

Já a senadora Simone Tebet (MDB), que trabalhou para garantir a aprovação da PEC da Transição no Senado na última quarta-feira, 7, também deve ser anunciada. Porém, não há definição de qual pasta ele deve assumir.

Adiantamento

O anúncio dos ministros vai ocorrer dias antes do informado por Lula. Ela havia dito que só divulgaria nomes de ministros após sua diplomação no Superior Tribunal Federal (STF), na próxima segunda-feira, 12. Entretanto, o objetivo da nomeação é adiantar e melhorar a articulação entre Defesa, Congresso Nacional e Executivo, antes mesmo da posse.