Por unanimidade, a Câmara Municipal de Formosa aprovou nesta quinta-feira, 11, um requerimento convocando o secretário municipal de Obras, Elmo Abadio de Oliveira – pai do prefeito – para prestar esclarecimentos no dia 06 de junho às 9h, sobre a suspeita de fraudes em licitações no contrato de caminhões para a prestação de serviços em Formosa.

O requerimento é de autoria da vereadora Delegada Fernanda (Solidariedade). Apesar da aprovação unanime, o documento recebeu a assinatura de apenas três vereadores –  vice-líder, Hermes Costa; professor Valdson José e Ciê do Sacolão – dos 19 parlamentares.

Em entrevista ao Jornal Opção, a parlamentar se diz ‘indignada’ com a suspeita de fraude. “Nós estamos diante de uma omissão proposital e uma incompetência planejada”, desabafou a delegada.

“Nós estamos aqui falando de potenciais fraudes que podem chegar na casa de milhões de reais, retirados de forma criminosa dos serviços que deveriam atender a nossa população”.

Vereadora Delegada Fernanda

A delegada apresentou o requerimento após o Jornal Opção divulgar a denúncia. Descontente com a administração municipal, a vereadora critica a gestão, que considera ineficiente.

Delação

Um dos envolvidos na suspeita de fraude em licitação revelou ao Ministério Público de Goiás (MPGO), por meio de delação premiada, a participação no esquema do secretário de obras, pai do prefeito de Formosa, Gustavo Marques.

A investigação mostra que a locação dos caminhões em 2021 custou R$ 711 mil, valor próximo ao necessário para comprar os veículos. Além dos mandados de busca e prisão, a Justiça determinou a suspensão dos contratos com as empresas e bloqueio de bens para garantir a devolução do dinheiro em caso de condenação.