Durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 16, na Assembleia Legislativa de Goiás, o deputado Paulo Trabalho (PL), propôs que se reduza o salário dos parlamentares em 10%. Segundo a proposta, medida poderia servir para ajudar a recompor perdas de arrecadação.

Atualmente, um deputado estadual recebe R$ 25.322 por mês. Se a proposta de redução dos ganhos for aprovada, os parlamentares passariam a ganhar R$ 22.790 mensal.

“Nada mais justo que nesse momento a Casa também contribua com 10% pelo menos sobre o salário dos deputados para ajudar na receia do estado”, é o que argumenta Paulo ao defender a proposta e acreditar na celeridade da matéria.

Na justificativa, Trabalho pondera: “Em virtude do possível projeto de contribuição agropecuária e criação do fundo para infraestrutura de autoria da governadoria, é justo que parlamentares estaduais também contribuam com a redução de gastos estaduais”.

O projeto tramita em caráter de urgência e trata da criação do Fundo de Investimento em Infraestrutura (Fundeinfra), alimentado por meio de taxação do agronegócio, ele foi predominante na pauta e deve ser votada em primeira votação nesta quinta-feira, 17.