O pastor e ex-deputado federal Fábio Sousa (PL) é o primeiro sulplente do PL na Câmara, em Brasília. Com a chance de emplacar um de seus candidatos a prefeito de Goiânia ou Aparecida de Goiânia, Fábio Sousa pode assumir uma cadeira que porventura fiquem vagas em 2025.

Do PL, que elegeu quatro deputados federais em Goiás, o primeiro suplente é Fábio de Sousa, com 48.139 votos e o segundo suplente é Paulo Trabalho, que alcançou 26.751 votos. Caso Professor Alcides ou Gustavo Gayer (ambos do PL) sejam eleitos, o pastor voltaria a ser deputado federal, mandato que exerceu entre 2014 e 2018.

“Muitos partidos estão com ele [Alcides], bem como muitos vereadores e lideranças expressivas como ex-prefeitos”, destacou Fábio Sousa. Apesar de apoiar a candidatura do correligionário, o coordenador de campanha é o ex-prefeito de Aparecida e ex-vice-governador Ademir Menezes.

Apoio partidário

Além do PL, o Professor Alcides conta com o apoio do PSD, Avante, Novo, Cidadania, Republicanos, Mobiliza e DC, sendo que os três últimos estavam na base do prefeito Vilmar Mariano (MDB).

Leia também: Entre os 17 mais votados em 2018, Fábio Sousa avalia que não foi eleito por causa da legenda